Viciados em celular: uma relação parasitária com a tecnologia

A CARA ENFIADA NA TELA DO SMARTPHONE

Viciada em smartphone

Nossos olhos estão frequentemente grudados no celular e, por isto, perdemos grande parte do que acontece no mundo ao nosso redor.

Imagens sedutoras iluminam a tela, agarrando a nossa atenção, e nem percebemos o quanto nos tornamos impotentes para desviar o olhar.

O fotógrafo francês Antoine Geiger visualizou essa relação parasitária com a tecnologia, numa série surrealista chamada SUR-FAKE.

Em cada uma de suas composições, smartphones e rostos são fundidos, como se o usuário fosse sugado pelo dispositivo de iluminação.

Geiger vê o telefone como um objeto capaz de alienar nossa conexão com o mundo físico. Ao prestar atenção a ele, perdemos a interação espontânea com os outros e a beleza do cotidiano.

As manipulações fotográficas são alarmantes e propositalmente grotescas, agindo como um lembrete para não deixar o celular competir em excesso com o que pulsa no nosso entorno.

Vício em smartphone

Cara enfiada no smartphone

Viciado em smartphone

Viciadas em smartphones

Vício em tecnologia

Parasitas tecnológicos

Clique nas imagens para ampliar e nos links sublinhados para ver e saber mais.

Deixe um comentário simpático neste artigo: