Trololó político do Zé – vídeo de sátira política no YouTube


Uma campanha errática e descoordenada impressiona os analistas pela interminável sucessão de erros, muitos deles simplesmente inacreditáveis. Entre as maiores críticas ao candidato oposicionista destaca-se a de se deixar seduzir pela agenda negativa da velha mídia, submetendo-se passivamente à pauta imposta pelas organizações Globo.

Ao mergulhar de corpo e alma no submundo da direita decadente, transformou-se num mero “boneco de ventríloquo” no colo de Ali Kamel e seus congêneres. Nesse papel de codjuvante midiático, selou o seu destino e acabou roboticamente entoando enfadonhos “trololós” que apenas o conduziram ao fundo do poço da nossa história política.

Trololó político do Zé

Todo observador atento de processos sucessórios sabe que uma eleição polarizada não é necessáriamente decidida a favor de um candidato que acerte tudo em sua campanha. Ninguém é pretensioso a esse ponto. Mas vence, quase sempre, aquele que erra menos.

A margem para que se cometa eventuais equívocos fica ainda mais estreita quando o processo eleitoral se dá numa arena de caráter francamente pebliscitário — com o embate entre duas candidaturas hegemônicas, como ocorre na disputa presidencial ora em curso.

É sintomático o que as pesquisas de intenção de voto começam a revelar nesta fase mais aguda da propaganda eleitoral de rádio e televisão.

De um lado, tem-se a nítida percepção de uma candidatura oficial que, além de fazer tudo certo, não comete nenhum deslize capaz de chamar a atenção. Tanto assim que vem sendo celebrada como um autêntico show de competência.

Do outro, ao contrário, uma campanha oposicionista errática e descoordenada que impressiona todos os analistas pela interminável sucessão de erros, muitos deles simplesmente inacreditáveis.

Nessa altura do campeonato, quando não é o próprio marqueteiro quem enfia uma bola nas costas do seu candidato, na jogada seguinte o próprio presidenciável se encarrega do vexame de marcar mais um gol contra.

E pensar que há pouco tempo seria difícil imaginar que o time que aparecia com folgada dianteira nessa disputa pudesse tomar uma virada que pode se transformar numa humilhante goleada, capaz de alijá-lo tão prematuramente da competição.

Por falta de aviso não foi.

Entre as maiores críticas ao político renomado — por parte de setores com ideias mais arejadas da sociedade brasileira, que se manifestam principalmente através da blogosfera progressista — destaca-se a de se deixar seduzir pela agenda negativa da velha mídia, submetendo-se com passividade à pauta imposta pelas organizações Globo, espécie de hidra das poucas cabeças jornalísticas que ainda julgam dominar a opinião pública.

Ao mergulhar de corpo e alma no submundo da direita decadente, transformou-se num mero “boneco de ventríloquo” no colo de Ali Kamel e seus congêneres. Abdicou à natural liderança de uma futura e moderna oposição, se não tanto positiva, pelo menos proativa em relação ao governo mais bem avaliado dos últimos tempos e sua provável sucessora.

No papel de coadjuvante midiático, selou o seu destino e acabou roboticamente entoando enfadonhos “trololós” que apenas o conduziram ao fundo do poço da nossa recente história política, com o peso adicional e insuportável de FHC pendurado no pescoço.

O remix deste vídeo satírico deve ser encarado apenas como uma espécie de “epitáfio político”.

26 comentários em “Trololó político do Zé – vídeo de sátira política no YouTube

  • 3 de setembro de 2010 em 16:41
    Permalink

    Puxa vida, gente. O vídeo está realmente engraçadinho mas também acho que estão azucrinando demais o Serra. Ele não é esse monstro horroroso que pintam. Ele apenas não é perfeito e o Lula e a Dilma também não são. Ele participou de outros governos e realizou um monte de coisas bacanas. Gosto dele e também da alternância de poder.
    O Lula fez coisas legais e também umas “maluquices” mas acho que pode ser perigoso dar tanto poder ao PT. Poder é um troço que vicia…
    Estou errado em pensar assim??? Sei lá, é minha opinião.
    Abs, Everardo

    Resposta
  • 26 de agosto de 2010 em 11:07
    Permalink

    Postaram lá no Azenha que o último Datafolha mostra o tucano com 29% das intenções de voto e 29% de rejeição.
    Incrível, mas isto significa que está empatado tecnicamente com ELE MESMO nesse quesito.
    Sua última linha de resistência agora é não perder para o seu próprio ÍNDICE DE REJEIÇÃO.
    Quem diria que ele ainda chegava a esse ponto.

    Resposta
  • 24 de agosto de 2010 em 14:39
    Permalink

    Li em algum lugar que o título do vídeo poderia ser: TROLOLÓ ROBÓTICO DO ZÉ GLOBAL…

    Ou seria TROLOLÓ GLOBAL DO ZÉ ROBÓTICO?

    Ah, sei lá, deixe estar porque qualquer coisa atinge o alvo. Rsrsrsrsrs.

    Bjs, Ma.Antonia

    Resposta
  • 24 de agosto de 2010 em 11:53
    Permalink

    meninos, vcs são simplesmente hi-la-ri-os. a montagem ficou otima.

    Resposta
  • 24 de agosto de 2010 em 09:22
    Permalink

    Muito chato meeeeeeermo. Igual ao candidato.

    Resposta
  • 23 de agosto de 2010 em 21:03
    Permalink

    Recomendo a leitura da análise lúcida e equilibrada, essa do Flávio Aguiar na Carta Maior, sobre o naufrágio eleitoral do Tucanic:

    O papelão e o papel da direita

    A pulverização da frente partidária de direita no Brasil pode fazer surgir um novo pensamento conservador, renovado e um pouco mais arejado do que o dessas direitas atuais, que deixaram de ser conservadoras para se tornarem amplamente reacionárias. (…)

    Completo: http://www.cartamaior.com.br/templates/colunaMostrar.cfm?coluna_id=4751

    Resposta
    • 23 de agosto de 2010 em 21:39
      Permalink

      Bela reflexão. O problema é que a nossa direita é tosca e violenta, mesmo a rapaziada que se apregoa como tal. O “ranço” faz parte do DNA deles, passa do avô para o pai e daí para o neto. Essa “deformação” vem de berço. Se fossem arejados migrariam para o campo inverso. Infelizmente não acredito nessa possibilidade “evolutiva”, embora a análise do Flávio seja muito boa. Apenas um pouco utópica.

      * Ah, quase esqueço: morri de rir com o vídeo.

      Resposta
  • 23 de agosto de 2010 em 18:17
    Permalink

    Seu feioso!
    Resolveu agora chutar cachorro morto?
    Magoei…

    Resposta
    • 23 de agosto de 2010 em 20:21
      Permalink

      Não pode dar mole, menina. Observe o último link do texto, resumidamente:

      “A Hidra era um animal fantástico, filho de monstros, que habitava um pântano. Tinha corpo de dragão e 7 ou 9 cabeças de serpente cujo hálito (bafo) era venenoso e que podiam se regenerar.”

      Viu? Tem que estar ligado. Há que se podar cada cabeça desse bicho medonho. O preço a ser pago pela conquista de novos avanços sociais é a eterna militância.

      Resposta
  • 23 de agosto de 2010 em 16:34
    Permalink

    ao fim e ao cabo so quero ver o tamanho da trololada que vai ser.

    Resposta
  • 23 de agosto de 2010 em 14:06
    Permalink

    10 !!! Nota DEZ !!!

    Já “embedei” e despachei.

    Vou encher o saco dos que me enchem.

    Resposta
    • 23 de agosto de 2010 em 14:50
      Permalink

      Também gostei. É por aí mesmo: para criticar não precisa ofender o candidato, basta parodiar em cima de uma expressão que ele mesmo popularizou.

      Resposta
  • 23 de agosto de 2010 em 09:23
    Permalink

    A pergunta que não quer calar: por que o TROLOLENTO agora se apresenta como “Zé” se a vida inteira foi Serra? Pode um negócio desses? Completamente sem noção…. tsk, tsk, tsk.

    Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 19:52
    Permalink

    Olá, cunhado. Também publiquei o vídeo na Cachaça Araci. Ficou muito, mas muito gozado, rolei de rir. Tenho certeza que vai virar um hit com um empurrãozinho dos amigos. Parabéns e um brinde pelo trabalho. Sucesso procê. Nos vemos em breve. Bjs, Nivia.

    Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 18:01
    Permalink

    E aí, beleza?

    Você soube que um comentarista chamado Nilson Fernandes, um dos mais ativos do blog do Nassif, enfiou lá um “pacote completo” desse post (texto e vídeo), com direito até ao gif animado do jipinho de lambuja?

    Não deixe de ver:
    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-trilha-do-indio

    Deu o maior destaque e já pegou 5 estrelas (o máximo) na votação dos internautas. O malungo Nilson é muito gente boa.

    Um abraço do Pedrão

    Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 17:26
    Permalink

    Os atuais trololós do (novo) Zé são a coisa mais déjà vu do mundo, como bem lembrou em editorial a Carta Maior:

    Em outubro de 2002, em momento igualmente desfavorável como candidato de FHC contra Lula, Serra – que hoje se apresenta como o novo amigão do peito do Presidente da República – dizia coisas distintas sobre o adversário. A tese da ‘inexperiência’ e do ‘despreparo’ para chefiar o país, agora endereçada contra Dilma Rousseff, era recorrente na boca do tucano e da mídia que o apoiava. Em vez da ‘mulher inexperiente, que nunca foi eleita para nada’, o alvo era o metalúrgico ‘que nunca administrou nada’, como alardeava a matraca conservadora do candidato e de sua entourage. (…)

    Para fechar de forma bem didática, vê se não tenho razão:

    O Serra está aperreado. Como ele vê que todos os apoios vão para o Lula, ele se destempera, diz coisas descabidas, tenta juntar fatos sem nexo. Mistura tudo, Brasil, Venezuela, descontrole cambial e eleições. O Brasil precisa de seriedade. Existe uma expressão francesa para definir esse comportamento [trololento de Serra]: ‘aux bois’, quer dizer, ladrando a torto e a direito. Enfim, o sujeito está no sufoco, fala qualquer coisa. É o fim de festa.

    http://www.cartamaior.com.br/templates/index.cfm?alterarHomeAtual=1

    Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 16:35
    Permalink

    gostei bastante do blog. dos mais bonitos que ja vi. com a vantagem de tambem ser progressista. voltarei sempre e vou recomendar.

    Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 16:13
    Permalink

    Huashuashuashuash !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Muito legal, cara. “Si” amarrei !!!!!!!!!!!!!!!
    Parabéns

    Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 15:04
    Permalink

    aeh, leo, se já tá no youtube manda o sarrafo e toque em frente, meu camarada. a graça do barato é essa. rsrs

    Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 13:43
    Permalink

    No seu último e desesperado TROLOLÓ para tentar se salvar do naufrágio, o comandante Zé Serra procurou se agarrar à imagem de Lula no programa de televisão. Aí é que começou mesmo a ir a pique. Seus aliados na mídia deram um basta, pegaram todos os botes salva-vidas e abandonaram o navio no mar de lama feito ratos. Que espetáculo mais deprê……..

    Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 12:57
    Permalink

    A primeira vez que vi o video do ‘robozinho’ pensei em algo assim. Mas não sabia como fazer. Vc resolveu meu problema. Posso passar adiante?

    Resposta
    • 24 de agosto de 2010 em 10:39
      Permalink

      Me too. Mas agora que achei o serviço pronto, preparem-se que lá vai bala. Vou disparar em todas as direções. Rererere.

      Resposta
  • 22 de agosto de 2010 em 12:03
    Permalink

    kkkkk!!!!
    Isso é que é cravar mais um prego na tampa do caixão do Zé… ou do Zé do caixão?
    De novo: kkkkk!!!!

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: