Transplante de neurônios pode acabar com surdez em 10 anos

A SENSAÇÃO DE QUEM USA OS APARELHOS

Aparelho auditivo steampunk

As atuais próteses auditivas são tão evoluídas, minúsculas e ficam tão bem disfarçadas no ouvido que praticamente ninguém percebe a sua presença na orelha.

Mas para quem é obrigado a usar, a impressão é que qualquer aparelho de surdez seja notado por todos como se fosse uma escandalosa corneta steampunk.

Para quem acha isso, então, uma boa notícia: um audiologista argentino prevê que a surdez tenha cura dentro dos próximos dez anos, graças ao uso de células estaminais.

O anúncio foi feito na sequência dos resultados conseguidos com um rato surdo que começou a ouvir depois do transplante de neurônios auditivos produzidos em laboratório.

Marcelo Rivolta calcula que seja preciso uma década de testes de laboratório em animais antes de avançar com a intervenção para os seres humanos.

O chefe do grupo de investigação de problemas auditivos da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, revelou que a produção de células auditivas é feita a partir de células embrionárias.

Mas há ainda um longo caminho a percorrer para tratar a surdez provocada por envelhecimento, que afeta já 40% da população europeia com mais de 65 anos.

O Censo do IBGE 2010 (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta que 10 milhões de brasileiros declararam ter algum tipo de deficiência auditiva.

Já a OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgou dados em 2011 dando conta que 28 milhões de pessoas possuíam algum tipo de perda de acuidade auditiva no país.

“Há ainda coisas muito importantes que não conhecemos: o que é que se pode passar, a longo prazo, com as células auditivas criadas e transplantadas para o ouvido? Essas células se mantêm? São totalmente seguras ou podem provocar tumores ou outros problemas?”, questiona o cientista argentino.

As dúvidas sobre o tratamento devem se dissipar com a realização de mais experiências durante os próximos dez anos, com a partilha de informações e a ajuda de outros especialistas.

“As descobertas científicas têm a sua própria dinâmica e isso não se pode mudar”, afirmou referindo-se a outras áreas de interesse no campo da pesquisa médica.

“A investigação sobre a audição compete com outras, em teoria, mais importantes, como a busca da cura do câncer ou de outras doenças terminais”, afirmou.

Um comentário em “Transplante de neurônios pode acabar com surdez em 10 anos

  • 4 de maio de 2016 em 11:18
    Permalink

    Por que as pessoas que tentam tratamento com celulas-tronco nao vem na midia falar sobre?

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: