Televisão já era: o povo brasileiro gosta mesmo é de Internet

APAIXONADOS PELAS MÍDIAS ELETRÔNICAS

Apaixonado por Internet

Apareceu — finalmente! — aquilo que nós, blogueiros e usuários de redes sociais, já sabíamos há tempos: nunca antes na história os brasileiros se informaram tanto pela Internet.

Obviamente, ninguém vai assistir esta notícia sendo veiculada no Jornal Nacional, nem ouvir na rádio CBN e muito menos ler, lá escondidinho, na seção de classificados do jornal O Globo.

Não é para menos, a boa nova que se esforçam tanto para esconder mexe direto no bolso dos grandes grupos da velha mídia monopolista e decadente.

A verdade é a seguinte, anote: a Internet é considerada a mídia mais importante para 88% dos brasileiros, segundo a pesquisa Brasil Conectado – Hábitos de Consumo de Mídia 2013.

O levantamento, realizado pela comScore e pelo Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil) ouviu cerca de 2 mil pessoas em todo o território nacional.

Ele revela, ainda, dados preocupantes para os barões midiáticos: televisão (55%), jornais (44%), rádio (29%) e revistas (24%) não têm mais a preferência da maioria dos brasileiros.

TIPOS DE NAVEGAÇÃO

De acordo com a pesquisa, em um ano, o acesso à Internet via smartphones cresceu 10 %, passando de 42%, em 2012 para 52% neste ano. A maior parte dos entrevistados, 37%, navegou durante 14 horas por semana, uma média diária de duas horas.

Pessoas com menos de 35 anos são as que mais usam a Internet em smartphones. Desktops e laptops são mais usados pelos jovens, que, apesar disso, preferem smartphones, tablets e consoles de videogame.

O acesso à Internet se dá na maioria dos casos em casa pela manhã (58%) ou à noite (65%), via desktop.

Conforme o levantamento, 73% dos espectadores navegam pela web enquanto assistem TV, mas 94% prestam atenção igual ou maior à Internet. Entre os que usam notebooks, 56% fazem atividades online não relacionadas às atrações que estão acompanhando na TV.

Quando a navegação ocorre pelos celulares e por tablets, o percentual cai em pelo menos 8%. Dentre os pesquisados, 85% usam a internet mais de uma vez por dia, número bastante acima em comparação aos telespectadores, já que 60% assistem TV, pelo menos, duas vezes ao dia.

REDE GLOBO VAI PERDER ANUNCIANTES

Quando se refere à publicidade digital, o estudo aponta que os receptores consideram essa modalidade mais efetiva e criativa que as campanhas no meio televisivo.

Eles consideram que a propaganda em plataformas online é menos incômoda que a veiculada na TV (32% contra 18%), mais informativa (50% contra 21%) e, ao mesmo tempo, mais evidente (45% contra 36%).

Para o vice-presidente executivo do IAB Brasil, Marcelo Lobianco, o resultado mostra a tendência do mercado e o impacto da publicidade online.

“O fato de que 84% dos participantes afirmarem já ter comprado algum produto online, seja por meio de computador, laptop, smartphone ou tablet, demonstra que o brasileiro está perdendo o ‘medo’ de utilizar a Internet para ações além de navegar e acessar redes sociais”.

Pautados por Simone Núñez Reis

2 comentários em “Televisão já era: o povo brasileiro gosta mesmo é de Internet

  • 14 de maio de 2013 em 21:56
    Permalink

    Fofíssimos….que honra ver meu nome neste espaço tão democrático, criativo, lúdico e libertário intelectualmente…sucessoooooooooooo a esta dupla de guris medonhos!!! Bjks

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: