Rir para não chorar: catástrofe ambiental no mar

Desastre ecológico - vazamento de petróleo no mar

Do blog ECOnsciência

Charge de Amorim sobre o anúncio de que teria sido contido o vazamento de petróleo no Golfo do México, na pior catástrofe ambiental da história dos Estados Unidos quando a plataforma da BP naufragou, em 22 de abril, dois dias depois de uma grande explosão.

Carlos Alberto da Costa Amorim, segundo perfil em seu site, nasceu no Rio de Janeiro em 1964 e começou a publicar seus trabalhos no semanário humorístico Pasquim, em 1984. De 1990 a 1997 trabalhou como chargista diário do Jornal dos Sports (Rio-RJ). Atualmente produz e distribui charges editoriais, caricaturas, ilustrações e quadrinhos para dezenas de jornais do país, entre eles o Correio do Povo (Porto Alegre -RS), Diário do Vale (Volta Redonda- RJ) e Tribuna do Norte (Apucarana-PR), além de revistas, websites e agências de propaganda. Produziu textos humorísticos em 1994 e, em 2004, foi selecionado para fazer parte dos plim-plins da Rede Globo de Televisão. É autor do livro de cartuns Canastra Suja e entre suas atividades destacam-se, ainda, a de webdesign, sendo responsável por diversos sites na Web.

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora

Um comentário em “Rir para não chorar: catástrofe ambiental no mar

  • 17 de julho de 2010 em 21:15
    Permalink

    Gananciosos, os executivos da BP tinham que ter todos os bens confiscados e pegar prisão perpétua ou coisa pior, se fosse possível. Eles agiram de caso pensado, sabiam que aquilo era uma bomba de efeito retardado e não seguiram as normas de segurança para aumentar o lucros dos acionistas.

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: