Racionamento de povo no projeto político dos tucanos

TROPA DA ELITE SONHA SONHO IMPOSSÍVEL

Privatização da ABL

Durante a recepção dos tucanos paulistas ao mineiro Aécio Neves, FHC viajou na maionese: “O PSDB precisa de um banho de povo! Precisamos é de povo!”

E, doidão, Fernando Henrique soltou mais uma daquelas suas pérolas, óbvia, escassa de originalidade: “É preciso saber captar o sentimento das ruas!”

Pesquisa de intenções de voto até que justifica essa enfumaçada estertoração do ex-presidente, enfim candidato à provecta imortalidade — pelo menos a acadêmica.

Eleições 2014 pesquisa

A tabela acima mostra como são medíocres os percentuais de votos dos atores políticos alinhados contra Dilma, incluindo os da improvável candidatura midiática de Joaquim “Batman” Barbosa.

Segundo a última pesquisa do Ibope, a sustentação desses caras concentra-se essencialmente nos setores da elite abastada. O tal “banho de povo” agora talvez já seja um sonho impossível.

É que, por mais que neguem em público, na prática política os neoliberais tucanos continuam rezando pela cartilha de sua musa, Margaret Thatcher, de que só o indivíduo existe, a sociedade é ficção.

Deixe um comentário simpático neste artigo: