Quem foi que disse que ouro não ‘nasce’ em árvores?

GIRASSOL: O PRECIOSO SENHOR DOS ANÉIS

Joia com formato de girassol

Dizem que dinheiro não dá em árvores. Em termos, pois descobriu-se agora que algumas plantas podem fazer o ouro brotar em suas pétalas.

O girassol, por exemplo, tem a capacidade de sugar com suas raízes as partículas de ouro do solo para depois transportá-las até as flores e folhas.

Cientistas da Universidade Massay, na Nova Zelândia, descobriram que a mostarda também consegue concentrar outros metais, como zinco, em suas folhagens e brotos.

Depois que certas espécies de plantas atingem sua altura máxima, o solo deve ser tratado com produtos químicos a fim de tornar o ouro solúvel.

Claro, o terreno já deverá conter partículas do metal precioso para que haja a reação e, assim, quando a planta transpirar, se conseguir a sua absorção.

O maior problema é o processo de colheita, já que o ouro não tem caráter vegetal. Assim é necessário queimar as plantas com ácidos apropriados para evitar que o ouro desapareça.

Os riscos são elevados, pois os produtos químicos usados nesse tipo de ‘mineração’ muitas vezes são bastante venenosos, como o mercúrio, por exemplo.

Com a dica de Wal Mattos

Deixe um comentário interessante neste artigo: