PRODUTOS
artesanato

objetos decoração acessórios bijuterias jóias cofres brindes

xadrez

tabuleiros peças criatividade jogos raciocínio inteligência

veículos

customização jeeps clássicos volantes manoplas reformas

inovação

criação design tecnologia matrizes protótipos projetos

webdesign

sites construção otimização conteúdos consultoria blogs

Home » artigos, bebidas, blog a cachaça da happy hour, negócios

Produtores de Cachaça se preparam para invadir mercado americano

Enviado por on 24 de setembro de 2012 – 11:59

Cachaça - bebida oficial do Brasil

LEGALIZE A CACHAÇA E SALVE A CAIPIRINHA

A Cachaça da Happy Hour

A cachaça, o elixir nacional, pode estar prestes a entrar em uma nova fase, enquanto o Brasil se prepara para a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016.

Após uma longa campanha dos produtores da aguardente e do governo brasileiro, os Estados Unidos decidiram iniciar um processo que leve ao reconhecimento do tradicional destilado de cana como uma bebida à parte.

Assim, os fabricantes não serão mais obrigados a rotularem seu produto como “Brazilian rum”.

Além disso, em maio, a Diageo, conglomerado gigante do setor de bebidas, jogou sua força internacional por trás da Ypióca, terceira maior marca de cachaça do Brasil, que foi adquirida por cerca de US$ 470 milhões.

“Acho que isso [realização da Copa e da Olimpíada no Brasil] será uma grande dádiva para a cachaça”, afirmou Martin Cate, dono do Smuggler’s Cove, um “tiki bar” (bar especializado em coquetéis, com temática tropical) em San Francisco.

Mas antes, a cachaça terá de se livrar da associação com a caipirinha, que lhe rende a fama de “destilado de um drinque só”.

A moda dos “tiki bars” nos últimos anos é uma oportunidade para isso. É que a bebida se encaixa facilmente no exótico mundo dos “tikis”, encharcados de rum.

No Lani Kai, no bairro nova-iorquino do SoHo, Julie Reiner faz o Triângulo das Bermudas misturando cachaça com suco de limão, calamansi (pequena fruta cítrica nativa das Filipinas), leite de coco e suco de lichia.

O PKNY, em Manhattan, vende o Don Gorgon, combinando a aguardente com Aperol, suco de limão siciliano e xarope simples, e coroando a mistura com água com gás e canela ralada.

Salve as Caipirinhas!

O Smuggler’s Cove, por sua vez, serve uma batida de coco, cachaça e gelo picado.

“A maioria dos bares de coquetéis hoje em dia tem no cardápio um coquetel de cachaça que não a caipirinha”, disse a mixologista (profissional especialista em coquetéis) Aisha Sharpe.

A melhora na qualidade também contribui para ampliar a reputação da aguardente.

“Há essa percepção de que a cachaça é tipo um combustível para foguetes”, disse Steve Luttmann, fundador da marca Leblon.

“Era algo meio merecido, porque as que vimos inicialmente eram mais industriais.”

No Smuggler’s Cove, o coquetel El Draque usa um tipo de destilado que muitos americanos nem sabem que existe: a cachaça envelhecida.

“Como a maioria dos bartenders nunca foi ao Brasil, eles não sabem do grande papel que as cachaças envelhecidas desempenham na cultura”, disse Dragos Axinte, cuja cachaça Novo Fogo é mantida por dois anos em barris antes usados em bourbons.

Isso pode mudar em breve. Matti Anttila, presidente da Cabana Cachaça, cogita lançar a partir de 2013 uma linha inédita de aguardentes envelhecidas em madeiras brasileiras.

A São, marca orgânica lançada em 2011, também terá um produto envelhecido dentro de mais ou menos um ano.

E a Leblon pretende lançar a sua versão em outubro.

Luttmann vê a versão envelhecida, que no Brasil é tomada pura, como solução para a limitada imagem da cachaça como bebida famosa para o calor.

“É como a margarita e o mojito: quando é verão, as vendas sobem.”

No The New York Times, via FSP Mercado

Deixe um comentário!

Adicione seu comentário abaixo, ou faça um trackback a partir do seu próprio site.
Você também pode inscrever-se em Comments Feed via RSS.

Seja elegante. Mantenha-se dentro do tópico e não escreva tudo em MAIÚSCULAS.
Spam vai para o paredão!

Você também pode usar essas tags HTML abaixo:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> 

Este é um blog que permite o uso de Gravatar. Para obter seu próprio avatar mundialmente reconhecido, registre-se por gentileza no site Gravatar.

Imagem de SEGURANÇA
(necessário)

Top