Por que a mídia só fala em inflação e exige aumento de juro?

A DÍVIDA DA IMPRENSA FALIDA COM BANCOS

Ratazanas

De repente, todas as vozes odiosas da velha mídia se juntaram num coro pedindo — e, mais do que isto, exigindo! — o aumento imediato das taxas de juros. Até os veículos estrangeiros fazem eco.

O aumento da Selic é ruim para a economia em geral e para os investimentos produtivos, péssimo para o emprego e, portanto, para as grandes empresas anunciantes de jornais, rádios e tevês.

Juro alto só beneficia a tesouraria dos grandes bancos de investimento, que desempenham papel relevante na reestruturação de capital dos conglomerados de mídia, hoje em situação falimentar.

São perfeitamente mensuráveis os ganhos desses grandes grupos com meio pontinho a mais de Selic que seja. Dá para entender agora o destaque dado à chiadeira do Itaú de Setúbal, Malan & Cia?

É o que explica o terrorismo sustentado em manchetes diárias em relação à inflação — índice que por enquanto está em 6,5% ao ano mas que todo mundo sabe que vai cair nos próximos meses.

Deixe um comentário simpático neste artigo: