Petroleira dos EUA pode estar tentando chegar ao nosso Pré-Sal

Chevron - vazamento de petróleo

NA MÃO GRANDE

Do blog ECOnsciência

A companhia petrolífera norte-americana Chevron pode ter tentado alcançar indevidamente a camada pré-sal do Campo de Frade, o que iria configurar um ato de pirataria bem nas nossas barbas.

Na tentativa, que está sendo investigada pela Polícia Federal, teria ocorrido a ruptura de alguma estrutura do poço perfurado, dando origem ao vazamento de petróleo na Bacia de Campos (RJ), que já dura 10 dias.

Técnicos da Agência Nacional do Petróleo discutem internamente essa possibilidade.

Os especialistas da ANP suspeitam dos motivos que levaram a Chevron a empregar uma sonda com capacidade para perfurar a até 7,6 mil metros, quando o petróleo em Frade aparece a menos da metade dessa profundidade.

Ou seja, o uso do equipamento é um indicativo de que a companhia poderia estar burlando seu plano de prospecção do campo.

A Polícia Federal também investiga denúncias de que a Chevron emprega estrangeiros em situação irregular no País. Há indícios de que até pessoas que não deram entrada oficialmente no Brasil estejam trabalhando em plataformas localizadas no litoral brasileiro.

Imagem de satélite da Nasa

Enquanto o vazamento de petróleo polui o litoral norte fluminense, em terra firme órgãos governamentais — como ANP, Ibama, Polícia Federal — e a sociedade civil apertam o cerco em torno de um acidente que pode ser até 23 vezes maior que o estimado pela petrolífera.

Oficialmente, a Chevron calcula que a mancha de óleo localizada a 120 quilômetros da costa era ontem de 65 barris na superfície, e que o total vazado ao longo dos dias teria chegado a 650 barris.

O geólogo americano John Amos, da ONG SkyTruth, estima, contudo, com base em imagens captadas pela Nasa, um vazamento de 3.738 barris por dia entre 9 e 12 de novembro.

Isso daria um total de, pelo menos, 15 mil barris despejados no oceano.

* Com charge de Clayton em O Povo

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora


Um comentário em “Petroleira dos EUA pode estar tentando chegar ao nosso Pré-Sal

  • 20 de novembro de 2011 em 09:16
    Permalink

    Teve o efeito duma bomba em Brasília. O episódio pode acelerar a discussão sobre a segurança nacional em torno da nossa principal riqueza, o pre-sal. Na internet, começam a surgir manifestações para que os piratas sejam expulsos do País.

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: