Nunca ligue para um amor perdido em busca de um reencontro

SÓ TELEFONE SE FOI UM AMOR DE MENTIRA


Não haverá volta, só uma intensa carga de melancolia nos reencontros. Não haverá dia seguinte, não haverá noite seguinte, não haverá um novo capítulo. As lembranças atormentam em vez de acalentar.

Dói, como dói. Onde nos perdemos de nós mesmos, onde foi? Esta é a pergunta que emerge tenebrosa e cruel nos reencontros, e sempre sem resposta lógica. Então fuja dos reencontros amorosos.

Telefone de discar

Os casos de amor nunca terminam suficientemente bem para que permitam reencontros doces. Se o final foi calmo, é porque não foi amor real.

Os amantes arrastam sua paixão para muito além do razoável. Uma história de amor verdadeira termina antes da despedida. Em alguns casos, bem antes.

Os dias, as semanas em que os dois permanecem juntos sem que na verdade estejam são neuróticos. Destrutivos.

No mundo perfeito, os casos de amor terminariam na hora certa. No último beijo que funcionou. Na última vez em que o amor e a generosidade triunfaram sobre o ódio e a mesquinharia.

Mas isso não acontece. A gente sempre ultrapassa o ponto ideal no término dos relacionamentos. É a maldição dos homens e mulheres apaixonados.

A quem hesita diante do telefone para ligar para um amor perdido em busca de um reencontro… só telefone se foi um amor de mentira.

Um comentário em “Nunca ligue para um amor perdido em busca de um reencontro

Deixe um comentário simpático neste artigo: