Natal praguejante – com desculpas ao Papai Noel e ao menino Jesus

Cartum - Rogando praga

FESTIVAL NATALINO DE INSULTOS

A Cachaça da Happy Hour

A relação de “elogios” a seguir seria até que bem apropriada caso dirigida aos colunistas que tentam desqualificar ou esconder as bombásticas revelações do livro A Privataria Tucana, com que Amaury Ribeiro Jr. nocauteou José Serra e seus cupinchas da máfia midiática na roubalheira denunciada.

Mas não, os adjetivos desqualificam os governantes paus-mandados dos grandes bancos que saqueiam as finanças do Estado e suprimem benefícios sociais dos cidadãos portugueses. Replico o post em solidariedade aos nossos inúmeros visitantes oriundos do outro lado do Atlântico.

NATAL PRAGUEJANTE

por João Ricardo Vasconcelos *

Palermas! Idiotas! Estúpidos! Cretinos! Palhaços! Imbecis! Otários! Tolos! Paspalhos! Parvos! Tansos! Ursos! Filhos de um raio! Atoleimados! Babosos! Autoritários! Ditadores! Fascistas! Déspotas! Reacionários! Beatos! Direitistas! Atrasados! Pacóvios! Ratos de sacristia! Arrogantes! Fanáticos! Intolerantes! Papistas! Cambada de simplórios!

Trapaceiros! Desonestos! Mentirosos! Porcos! Sacanas! Filhos da mãe! Cães! Mafiosos! Corruptos! Chulos! Raposas! Víboras! Impostores! Aldrabões! Trafulhas! Indecentes! Hipócritas! Desleais! Dissimulados! Falsos! Impostores! Charlatães! Intrujões! Vigaristas! Fingidos!

Irresponsáveis! Palhaços! Incompetentes! Patetas! Inconscientes! Inteligências raras! Burros! Parvalhões! Mentes captas! Loucos! Seguidistas! Tontos! Malucos! Doidos! Inábeis! Incapazes! Inaptos! Basbaques! Paspalhos! Broncos! Ignorantes! Incultos! Iletrados! Básicos! Primários! Delirantes! Bananas de uma figa!

Assistir a um telejornal [lá, como cá, manipuladores] nos dias que correm torna-se num autêntico festival de insultos e pragas rogadas.

Entre primeiros-ministros que aconselham a emigrar [para o Brasil] e ministros da Saúde que aumentam taxas moderadoras em 150% e 200%, é quase impossível não se ser um praguejador do pior nível enquanto se assiste ao noticiário.

É impossível conter-se perante ministros da Economia apenas preocupados em fazê-la parar ou ministros da Administração interna empenhados em fazer dos cidadãos parvos.

Está a ser um Natal muito praguejante. As minhas sinceras desculpas ao Pai Natal e ao menino Jesus.

– – –

* João Ricardo Vasconcelos é Politólogo e autor do blog Activismo de Sofá

Deixe um comentário interessante neste artigo: