Mulher dá exemplo e não mistura bebida com direção

Carro rosa da Penélope Charmosa

Quando o assunto é bebida e direção, as mulheres dão o melhor exemplo. Alguma surpresa? Pois saiba que o número de mulheres que dirigem depois de beber é pelo menos 10 vezes inferior ao de homens que cometem esta irresponsabilidade.

É o que mostra um levantamento do Ministério da Saúde: antes da Lei Seca, que começou a vigorar há dois anos, 4,1% dos homens admitiam dirigir depois de consumir bebidas alcoólicas. Esse percentual chegou a cair para 2,8% logo após a vigência da lei, em junho 2008, mas no ano passado voltou a subir, atingindo 3,3%.

Só que entre as mulheres manteve-se estável, variando entre 0,2% e 0,3%. Viu só?

Para sensibilizar os motoristas sobre os riscos de acidentes, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, pediu a ajuda das mulheres para convencer os homens a não misturar bebida e direção. “É importante a participação das mulheres, cobrando de seus amigos, namorados, parentes, maridos, filhos, netos, sobrinhos. É preciso chamar a turma: você bebeu? Então não dirija!”.

A pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, por telefone, com 54 mil pessoas, também mostra que os adultos costumam misturar bebida e direção mais do que os jovens. Entre os motoristas de 25 a 34 anos, o percentual é de 2,1%; e de 2% entre os motoristas de 35 a 44 anos. Entre os jovens de 18 a 24 anos, esse percentual é de 1,8%.

Via Agência Brasil

Deixe um comentário interessante neste artigo: