Microchip incrustado em pedra formada há 250 milhões de anos

UMA SUPERCIVILIZAÇÃO ANTERIOR À NOSSA?

Super civilização antiga

Meses atrás um pescador russo dava suas varadas n’água, num riacho dos arredores de Labinsk, cidade da região de Krasnodar Krai, quando uma anomalia numa pedra rolada chamou sua atenção.

Perfeitamente incrustada na rocha sobressaía uma formação de cor mais clara com um nítido circuito eletrônico integrado. Mesmo que não tenha fisgado peixe algum, foi a maior pescaria da sua vida.

Isto porque geólogos do Instituto Politécnico de Novocherkassk agora confirmaram tratar-se de um artefato tecnológico que resistiu à fusão dos minerais durante sua formação há 250 milhões de anos.

O microchip se conservou desde tempos imemoriais porque ficou “mergulhado” na pedra, sendo revelado como um fóssil somente após o longo processo de erosão natural das crostas externas.

Para os cientistas russos esta seria uma clara evidência de que existiu na Terra uma civilização superdesenvolvida antes do aparecimento dos seres humanos. Mesmo que fosse só de passagem.

Supercivilização antiga

Com a Voz da Rússia

Um comentário em “Microchip incrustado em pedra formada há 250 milhões de anos

Deixe um comentário interessante neste artigo: