Homem mais galinha da Europa não é o italiano: é o inglês

Homem Pegador

CAMPEÕES DA PEGAÇÃO

Do blog BananaPost

Agora é que as penas vão voar: as mulheres da cidade inglesa de Carlisle, na região cheia de castelos medievais da Cúmbria, podem agradecer pela sorte — ou não.

Afinal, seus homens são tidos como os mais promíscuos da Europa, segundo um estudo realizado por um site de encontros, superando, imagine, capitais eróticas como Praga, Amsterdã e Barcelona.

Na parte de baixo da tabela de galinhagem masculina estão Edimburgo, Paris e Madri, onde a busca por amor e sexo — vá entender por quê — está cada vez mais difícil.

Apesar da publicidade de Amsterdã e seu conhecido Bairro da Luz Vermelha, a cidade inglesa de Carlisle é que é a dona do primeiro posto no ranking da sacanagem europeia, segundo um estudo realizado pelo site de encontros Seeking Arrangement.

“A União Europeia é conhecida por mostrar-se tranquila com a sexualidade e sua exploração”, afirma Brandon Wade, fundador do site dedicado a encontrar parceiras para os chamados “sugar daddies” — homens mais maduros com maior poder aquisitivo.

A cultura europeia sempre se mostrou aberta a estas questões. Prova do fato é que o estudo aponta que nos EUA somente 38% das pessoas superam a barreira de sete encontros sexuais com mulheres diferentes por ano, frente aos elevados números de Carlisle e outras capitais europeias.

Cidade inglesa

CARLISLE, UMA CIDADE CHAMADA DESEJO

O ponto de partida da enquete não é outro senão uma pesquisa do Serviço de Saúde da Inglaterra, pela qual os homens europeus têm uma média de 9,3 companheiras sexuais ao longo de toda sua vida ativa.

Agora, através de um estudo organizado pelo site, que analisou 25 mil usuários europeus, chega-se à conclusão que os homens de Carlisle são, com 14 ou mais relações com mulheres diferentes por ano, os mais promíscuos do continente europeu.

A busca para encontrar a quantidade exata de relações sexuais desses homens, solteiros ou não, e saber quem se aproxima mais do cânone do europeu médio levou o site a uma viagem pela Europa com resultados os mais variados.

Em um merecido segundo posto aparece Praga e depois outras capitais como Viena, Barcelona, Paris, Dublin, Estocolmo, Mônaco e Amsterdã, famosa porque em seu território a prostituição está legalizada desde o ano 2000.

O desejo masculino parece não ter limites nestas cidades, com Carlisle à frente, onde seus moradores tentam somar mais e mais relações sexuais, talvez para ter mais histórias para contar aos amigos.

Batom na gola da camisa

AS CIDADES MAIS COMPORTADINHAS

“Os homens endinheirados são mundanos e apreciam experiências diferentes. A maior parte deles tem a vantagem de viver em cidades grandes com uma boa quantidade de luz solar, um afrodisíaco natural”, teoriza Wade.

No entanto, esta receita não chegou com força suficiente a Paris, Madri e Edimburgo, que lideram o ranking de cidades com menos promiscuidade entre os homens, que contabilizam três ou quatro parceiras por ano.

Nápoles e Hannover, por sua vez, ocupam os últimos lugares do ranking de cidades com os homens menos promíscuos da Europa.

As mulheres não foram mencionadas no estudo, já que o site de Wade tem um perfil unicamente masculino, mas seria interessante conhecer outros dados e descobrir qual cidade lideraria uma lista similar do ponto de vista feminino.

Seriam as mulheres de Carlisle tão pegadoras como os seus príncipes encantados?

Castelo Medieval em Carlisle

Via

Deixe um comentário interessante neste artigo: