Garrafas plásticas descartáveis usadas como detectores de radiação


Garrafas PET - Detectores de radiação

SOLUÇÃO BARATA

Do blog ECOnsciência

Garrafas PET de plástico reciclado serão usadas como detectores de radiação para suprir a grande demanda pelos aparelhos após o terremoto e tsunami de março no Japão, que desencadearam o pior acidente nuclear no mundo em 25 anos.

Os detectores desenvolvidos por Hidehito Nakamura, professor-assistente da Universidade de Kyoto, cortam em 90% o custo final em relação aos aparelhos existentes, muitos dos quais são produzidos a preços exorbitantes por empresas estrangeiras.

Nakamura criou o Scintirex, uma resina de plástico que emite um brilho fluorescente quando exposta à radiação. A resina age como um sensor dentro dos detectores, permitindo medir os níveis da radioatividade em pessoas e no ambiente.

O novo material deve reduzir drasticamente os custos para detectores pessoais de radiação e para aparelhos maiores de monitoramento que serão usados pelo governo e empresas.

Os sensores para os detectores estarão disponíveis a partir de setembro para organizações governamentais e empresas classificadas como prioritárias, pelo equivalente a 200 reais — um décimo do custo dos materiais atualmente disponíveis na praça.

O terremoto seguido de tsunami de 11 de março destruiu a usina nuclear Fukushima-Daiichi, na costa nordeste do Japão, desencadeando o derretimento das barras de combustível e provocando a pior crise nuclear desde Chernobyl, na Ucrânia, em 1986.

Visto no The Sun

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora


Deixe um comentário simpático neste artigo: