Fusca e helicóptero revivem como dinossauros em esculturas

UMA ADVERTÊNCIA AO RISCO DE EXTINÇÃO

Beetlessaurus

Com esculturas alegóricas em fibra de vidro e acabamento muito avançado para a época, no início dos anos 1970 Patricia Renick criticava o consumismo e a obsolescência da guerra.

Seu Stegowagenvolkssaurus – meio fusca, meio estegossauro – revelava a ansiedade da artista, antevendo o desastre que levaria à extinção com o modelo de desenvolvimento capitalista.

Já o Triceracopter funde um tricerátops – um dos dinossauros mais conhecidos, tendo aparecido no filme Jurassic Park – com um helicóptero de combate das forças armadas dos EUA.

A escultora, falecida em 2007, criou a peça em resposta à guerra do Vietnã, não como uma celebração, mas como “um conto de advertência, uma expressão de esperança para o fim da guerra”.

Fuscassauro

Fuscassauro

Helicópterossauro

Triceracopter

Mais imagens (clique para ampliar) no Gizmodo

Um comentário em “Fusca e helicóptero revivem como dinossauros em esculturas

  • 20 de setembro de 2013 em 19:01
    Permalink

    Verdade, ela captou o ‘zeitgeist’ (espírito do tempo) daquele período, nas questões levantadas pelo movimento hippie, entre o final dos anos 60 e primeira metade dos 70’s.

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: