FIESP defende estratégia geopolítica brasileira na região do Caribe

E NO MEIO DESTE CAMINHO HAVIA UM PORTO

Brasil constrói porto em Cuba

Como este é um ano atípico que, em seu decorrer, será marcado por extremos, cresce entre alguns blogs a ideia de se fazer a mediação entre temas polêmicos que provocam reações mais exacerbadas.

A intenção é estimular análises e promover abordagens menos polarizadas que os acalorados debates entre grupos ideologicamente antagônicos, que já vêm ocorrendo com intensidade nas redes sociais.

A construção do porto cubano de Mariel, próximo a Havana, por exemplo, é um desses assuntos. Pragmática e alheia ao fla-flu político, a insuspeita FIESP defende a participação brasileira na obra.

O diretor de relações internacionais e comércio exterior da entidade, Thomaz Zanotto, acha que a iniciativa é uma boa oportunidade para o Brasil melhorar a presença econômica na América Central.


Fonte

Deixe um comentário simpático neste artigo: