Fetiche: vagas para enfermeiras sensuais em hospital da Suécia

Fetiche com enfermeiras

PROCURA-SE ENFERMEIRAS PARA EMERGÊNCIAS

A Cachaça da Happy Hour

Todo mundo reconhece que um belo corpão pode ser credencial muito melhor do que o diploma em enfermagem ou vasta experiência na profissão na hora de se obter um emprego em hospital. Se não aqui, pelo menos na Suécia.

O fetiche é tão arraigado que o Hospital Geral do Sul de Estocolmo entrou em uma polêmica no país nórdico após veicular um anúncio publicitário procurando enfermeiras sensuais — e com o que definiu como “senso de humor”.

“Você será motivada, profissional e terá senso de humor. E, claro, você será atraente como uma estrela de TV com belos quadris. Se você for estudante de enfermagem, você será bem-vinda para um emprego temporário de verão no setor de emergência do Södersjukhuset (nome do hospital em sueco)”, dizia o anúncio.

Mais explícito quanto às intenções subjacentes, impossível.

Por mais liberais que sejam os hábitos por aquelas bandas, aí também já foi muita bandeira. Então, oficialmente, os diretores da instituição disseram que o anúncio foi apenas uma maneira de chamar atenção.

“Todos sempre escrevem ‘Procura-se substitutas durante o verão’. Nós queríamos um título mais atraente”, afirmou o diretor de enfermagem do hospital, Mats Glaser, ao jornal Focus, da associação de enfermeiros local.

Segundo Glaser, “está claro” que o hospital não levará a aparência das pessoas em consideração como critério de contratação. “Queremos que as pessoas fiquem curiosas e tenham imaginação”, confirmou a enfermeira Elizabeth Gaufin.

“Acho que as pessoas entenderam que o que escrevemos foi apenas para chamar a atenção, sem qualquer repercussão negativa, diz o gerente de enfermagem Jorgen Andersson.

“Claro que ser bonita não é critério. Fizemos um anúncio e obtivemos um ótimo retorno. Mas queremos uma enfermeira que seja qualificada e boa em sua profissão, independente de sua aparência”.

Os comentários dos leitores do The Local, no entanto, não demonstram o mesmo grau de otimismo pela aprovação. Muitos consideraram o anúncio desrespeitoso, sexista e discriminatório.

Outros, de bom humor, escreveram que procurar estagiárias bonitas é desnecessário, já que estão na Suécia. Como se sabe, o país nórdico é famoso por suas louras de hábitos, digamos, pouco ortodoxos mesmo para os nossos padrões de comportamento.

Com o Opera Mundi

Deixe um comentário simpático neste artigo: