Explosão de gás, queda de meteorito ou pouso de OVNI forma cratera

MISTÉRIOS QUE CHEGAM DO FIM DO MUNDO

Uma gigantesca e misteriosa cratera com 262 metros de diâmetro surgiu repentinamente na estepe siberiana da Rússia, na remota região de Yamal – cujo nome pode ser traduzido como “fim do mundo”.

Cientistas russos se deslocam até o local para tentar decifrar a causa dessa incomum – e rara – ocorrência geográfica. Especula-se sobre a explosão de gás, queda de meteorito e pouso de um OVNI.

Mistérios chegam do fim do mundo

Por falar em discos voadores, o ex-astronauta e atual administrador da NASA, Charles Bolden, acaba de dar uma declaração bombástica: a humanidade poderá conhecer os extraterrestres dentro de 20 anos.

“A maioria dos meus colegas afirma que é improvável que na infinita vastidão do Universo existamos somente nós, os humanos”, declarou ele durante uma entrevista coletiva em Washington.

Segundo Bolden e vários outros cientistas da NASA, a futura geração de telescópios espaciais permitirá grandes descobertas, como um lugar predominante no espaço ocupado por planetas habitáveis e ETs.

“Eu acredito que dentro dos próximos 20 anos nós iremos descobrir que não estamos sós no Universo”, confirmou o astrônomo Kevin Hand.

Em 2017, a NASA planeja lançar o satélite de pesquisa de exoplanetas (TESS, na sigla em inglês). E para 2018, a agência espacial estadunidense prevê o lançamento do telescópio espacial James Webb.

Perguntados por internautas através das redes sociais se as autoridades iriam informar as pessoas sobre a eventual descoberta da vida extraterrestre, os organizadores responderam que “Sim, claro!”

“Isso seria tão exuberante. Nós tentaríamos tornar pública a descoberta o mais rápido possível. Nós queremos compartilhar a alegria da descoberta”, declarou Ellen Stofan, cientista-chefe da NASA. Será?

Deixe um comentário simpático neste artigo: