Evangélicos derrubam audiência e botam TV Globo de joelhos

AGORA A EX-PODEROSA TEM É QUE REZAR

Rede Gospel de Televisão

Aquilo que os políticos se borram de medo de fazer, os evangélicos tiraram de letra: tinhosos, botaram a Globo de joelhos e agora a ex-poderosa tem de rezar conforme a sua cartilha.

Enquanto a emissora fazia a sua cruzada contra pastores pentecostais, os fiéis desencadeavam vários boicotes que contribuíam para derrubar a audiência e afetar toda a programação da TV.

Por instinto de sobrevivência, começou a se desenhar o armistício global com os evangélicos, incluindo contratos de artistas gospel com a gravadora Som Livre.

Também houve a exibição do Festival Promessas e o encontro com pastores para discutir a maneira como os personagens evangélicos são retratados.

SANTO DEGOLADO

Um fato mais recente que merece destaque é que o São Jorge, “padroeiro” da novela das 21 horas foi solenemente esquecido.

Desde o início da trama muitos evangélicos diziam que não queriam fazer um culto a Ogum, como a figura é conhecida nas religiões afro-brasileiras.

O protagonista Théo (Rodrigo Lombardi), que era tão devoto nos primeiros capítulos, não aparece mais acendendo velas e muito menos fazendo rezas.

Não há referências diretas ao santo guerreiro por parte das demais personagens. Como na tradição católica, também foi degolado na telinha.

Várias fontes anunciam que Salve Jorge tem atualmente um dos piores índices de audiência dessa faixa horária e não conseguiu conquistar o público.

Jornalistas especializados acreditam que as correntes com posts evangélicos de manifesto nas redes sociais afetaram o desempenho medido pelo Ibope.

A vênus grisalha não admite tais influências, mas a trama, que incialmente deveria ficar no ar até junho, foi encurtada em duas semanas e chegará ao fim em maio.

MOCINHA EVANGÉLICA E EX-GAY

Sua substituta será “Em Nome do Pai”, que teve a estreia antecipada. As gravações do folhetim de Walcyr Carrasco já estão em andamento.

Agora, o lance: deve ter, entre outras histórias paralelas, a primeira “mocinha evangélica” de uma trama global — uma ex-periguete que se converte e se torna cantora gospel.

Outro babado forte será a presença de um improvável “ex-homossexual” que deverá viver uma relação amorosa séria com… acredite se quiser, uma mulher!

Mais recentemente, houve mudança numa das novelas programadas para estrear este ano. Ao invés do nome “Pequeno Buda”, foi rebatizada às pressas como “Joia Rara”.

O motivo? Medo da emissora que ocorresse outra guerra santa dos evangélicos contra o título que remete ao fundador do budismo.

O folhetim de Thelma Guedes e Duca Rachid entrará no ar no final do ano na faixa das 18h, após o fim de “Flor do Caribe”, que estreia este mês.

Com Stanley Burburinho, no Nassif

Um comentário em “Evangélicos derrubam audiência e botam TV Globo de joelhos

  • 27 de março de 2013 em 07:31
    Permalink

    Não dê méritos ao povo evangélico.

    A novela não tem nada a ver com o santo católico e sim com ogum.

    Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: