Estudantes anônimos deixam desenhos misteriosos no quadro-negro

ARTE PASSAGEIRA DA DUPLA DANGERDUST

Dangerdust

Diz a lenda urbana que são dois estudantes da Universidade de Columbus. Como fantasmas, entram escondidos nas salas de aula vazias da Faculdade de Design para fazer arte.

Usando apenas giz, a dupla misteriosa, que mantém anonimato sob o codinome Dangerdust – que significaria Poeira Perigosa -, cria verdadeiras obras-primas nos quadros-negros.

Os caras são tão bons letristas e retratistas que, ao invés de se dedicar a algo tão efêmero, poderiam ganhar a vida desenvolvendo altos projetos para painéis ou letreiros em 3D.

Enfim, ainda bem que os desenhos são fotografados antes que o apagador transforme tudo em pó.

Os trabalhos, de tom inspirador, são realizados nas noites dos finais de semana. Tudo é feito de uma só vez, sem interrupções, por um período que, calcula-se, pode chegar a 11 horas.

Para rabiscar suas ilustrações na lousa, eles geralmente escolhem alguma citação de gente famosa como Luther King, John Lennon, Claude Debussy e Nelson Mandela, entre tantos.

A diversidade do repertório dos dois artistas é impressionante. A cada semana aparecem com algo completamente novo, mas sempre com um traço que remete aos trabalhos anteriores.

Para saber mais sobre a misteriosa dupla Dangerdust basta segui-los no Twitter, Instagram e Behance.

Dangerdust

Dangerdust

Dangerdust

Dangerdust

Dangerdust

Dangerdust

Dangerdust

Visto no Face do nosso querido Rodrigo Cacilhas (clique nas imagens acima para ver detalhes)

Deixe um comentário interessante neste artigo: