Dragão, o guardião de grandes tesouros, como anel e pingente

Bijuteria de resina

DO REINO DA FANTASIA PARA O MUNDO DA BIJUTERIA

O dragão é um dos tantos símbolos que são comuns a diversas culturas ao redor do mundo, aparecendo em mitos da China, Japão, Coréia, Europa, Oriente Médio e também na América pré-colombiana.

O termo “dragão” deriva do verbo grego “drakein”, que significa “ver claramente” ou “aquele que enxerga longe” – relacionado à crença de que os dragões guardam diligentemente grandes tesouros.

Não por acaso, ele aparece no filme O Hobbit – A Desolação de Smaug, guardando ferozmente o ouro escondido na Montanha Solitária, reclamado pelos anões liderados por Thorin Escudo de Carvalho.

Do reino da fantasia esta fusão de pássaro e serpente costuma saltar com frequência para o mundo real da bijuteria, como estes dois bonitos modelos criados pela jovem artesã canadense Aelia Petro.

Seus anéis de resina de grandes proporções chegam a 8 cm de envergadura, mesmo comprimento do pingente para cordão fundido em pewter. Vale a pena conhecer a coleção completa da garota.

Bijuteria de pewter

Clique nas imagens para ampliar e nos links destacados no texto para ver e saber mais.

Deixe um comentário interessante neste artigo: