Dedos enrugados com a água funcionam como pneus dos carros

Rugas em dedos molhados

RUGAS MELHORAM PERFORMANCE E ADERÊNCIA

Sabe por que motivo as pontas dos seus dedos ficam enrugadas quando você mantém as mãos e os pés na água ou fica de molho por períodos prolongados numa banheira ou numa piscina?

A imagem explica tudo: é que assim como a banda de rodagem de um pneu, para que um carro não deslize na pista com a chuva, as rugas melhoram o atrito em contato com objetos ou superfícies lisas.

Sábia como ela só, a natureza dotou os humanos de uma capacidade extra para se equilibrar em pisos molhados ou sair de rios ou do mar agarrando-se a pedras escorregadias. Por isto ela só se manifesta com intensidade nas extremidades e não no resto do corpo.

Até agora, o senso comum sugeria que se tratava apenas da absorção da água pela pele, mas um artigo publicado na revista Brain, Behavior and Evolution oferece mais evidências de que o enrugamento é controlado pelo cérebro em função de um nobre propósito evolutivo.

No estudo, neurobiólogos examinaram 28 dedos enrugados pela água. Eles descobriram que todos tinham um padrão de sulcos semelhantes não conectados, que iam se distanciando um do outro conforme se afastavam das pontas dos dedos.

As rugas permitem, então, que a água escorra no momento em que as pontas dos dedos pressionam superfícies molhadas, criando mais contato com a superfície e melhor aderência.

Eles planejam estudar se os dedos enrugados são de fato melhores para segurar objetos e se os mamíferos que vivem em habitats molhados estão mais propensos a possuí-los.

Por enquanto, o aparecimento de rugas foi confirmado apenas nos seres humanos e na espécie de macacos cercopitecídeos.

Origem

Deixe um comentário simpático neste artigo: