Comportamento sexual de Assange é só pretexto para extradição

Presidente Lula e Julian Assange - WikiLeaks

“Lula foi ao ponto: Julian Assange está apenas usando do velho direito da liberdade de imprensa, de informação. Não cabe acusá-lo de causar danos à maior potência da História, uma vez que divulga documentos cuja autenticidade não está sendo contestada. Todos sabem que as acusações de má conduta em relacionamento consentido com duas mulheres de origem cubana, na Suécia, são apenas pretexto para imobilizá-lo, a fim de que outras acusações venham a ser montadas, e ele possa ser extraditado para os EUA.”

Por Mauro Santayana, no Jornal do Brasil, ao analisar a manifestação de solidariedade do presidente Lula ao criador do WikiLeaks, Julian Assange, atualmente preso na Grã-Bretanha. (dica do nosso comentarista Pedro Costa e imagem criada aqui mesmo, na Matéria Incógnita)

Deixe um comentário simpático neste artigo: