Cerveja atrai os mosquitos mas também protege contra a malária

REMÉDIO NATURAL QUE PREVINE A DOENÇA

Cerveja combate mosquitos

Quem bebe cerveja regularmente já deve ter percebido que atrai mais mosquitos do que as pessoas abstêmias. Mas os cientistas nunca foram capazes de achar uma resposta definitiva para o mistério que transforma o sangue dos biriteiros numa especiaria apetitosa para os pernilongos.

Em contrapartida, descobriram que as leveduras encontradas na cerveja protegem o corpo contra os efeitos da malária, mesmo que o cheiro da bebida também atraia os temidos mosquitos da espécie Anopheles, responsável por transmitir a infecção mortal para os seres humanos.

Então a conclusão é óbvia: a cerveja funciona como um remédio natural para prevenir a malária. Além disso, tem preços mais baixos e concentração mais alta que a mesma matéria-prima utilizada para produzir os medicamentos convencionais para o tratamento da doença tropical.

Mosquitos atraídos por quem bebe cerveja

Acontece que as leveduras encontradas na bebida alcoólica e nos pães têm potencial para substituir o artemisínico, principal componente utilizado na fabricação dos remédios contra a malária, mas que ainda apresenta altos custos por ser um recurso escasso na natureza.

A partir dos estudos, foi desenvolvida uma versão parcialmente sintética da propriedade, encontrada em maior número na cerveja.

Os pesquisadores estão realizando esforços para colocar os novos remédios no mercado o mais breve possível, e a previsão é de que a versão sustentável seja comercializada ainda neste ano. De acordo com os cientistas, a meta é reduzir os preços do tratamento da malária.

Voltando à questão inicial: se você é um alvo preferencial dos borrachudos, os entomologistas explicam que os insetos podem ficar até inebriados, mas a quantidade de álcool presente na porção de sangue consumida por eles é pequena demais para que voem perigosamente.

Deixe um comentário simpático neste artigo: