Brasil é premiado pela FAO por redução da fome pela metade

CUMPRINDO OBJETIVOS DO MILÊNIO DA ONU

Redução da Fome

O Brasil recebeu o reconhecimento internacional da FAO por conseguir reduzir a fome pela metade antes de 2015, meta de cumprimento dos Objetivos do Milênio estabelecidos pela ONU.

Pelo mesmo motivo, outros 37 países também foram premiados pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação.

“Vocês são a prova viva de que quando as sociedades decidem pôr fim à fome e quando existe um compromisso político dos governos, podemos transformar esta vontade em ações e resultados concretos”, disse na abertura da sessão o diretor da FAO, o brasileiro José Graziano da Silva.

José Graziano foi ministro de Segurança Alimentar e Combate à Fome, sendo o responsável pela implementação do Programa Fome Zero, iniciativa que contribuiu para que 28 milhões de pessoas deixassem a linha da pobreza durante o governo Lula.

“A FAO está orgulhosa de trabalhar com todos os Estados-membros, desenvolvidos e em desenvolvimento, para alcançar nossa visão comum de um mundo sem fome e sustentável”, acrescentou o diretor da FAO.

“Somos a primeira geração que pode acabar com a fome, uma praga que a humanidade sofre desde o alvorecer da civilização. Aproveitemos esta oportunidade”, disse, ainda, Graziano.

A cerimônia foi realizada na sede mundial da organização, na capital italiana, e contou com a participação de vários presidentes.

A FAO entregou diplomas por seu desempenho na redução da fome a outros dez países latino-americanos, além do Brasil: Chile, Cuba, Guiana, Nicarágua, Peru, Venezuela, República Dominicana, Honduras, Panamá e Uruguai.

Completo

Deixe um comentário simpático neste artigo: