Beber meio litro de cerveja por dia pode fazer bem ao coração

DILATA ARTÉRIAS E AUMENTA CIRCULAÇÃO

Caneca de cerveja

Desde que você não encharque com frituras e carboidratos ou misture com outras bebidas quentes e doces para evitar aquela barriguinha ridícula, beber meio litro de cerveja por dia até que contribui para o bom funcionamento do coração.

Este volume equivale a dois chopes com colarinho ou quase uma garrafa comum. A conclusão não é de nenhuma cervejaria interessada em aumentar as vendas, mas de cientistas da Universidade de Harokopio, em Atenas.

E por que o relógio passa a bater melhor? Simples, de acordo com os gregos: é que a cerveja descontrai as artérias e facilita a circulação do sangue.

Com base numa amostra de 17 homens, não fumantes e com idades entre 20 e 30 anos, os investigadores avaliaram os efeitos que 400ml de cerveja com e sem álcool tinham no sistema cardiovascular de cada um.

Os resultados deram conta de que, uma ou duas horas após a ingestão, a cerveja com álcool acelerava muito mais o fluxo sanguíneo do que a cerveja sem álcool.

Pelas evidências, os camaradas acreditam numa redução de cerca de 30% no risco de doenças cardiovasculares com o consumo moderado de cerveja.

Barril de chopp

Este é um dos primeiros estudos a avaliar os efeitos da cerveja no sistema cardiovascular, imediatamente após o consumo da bebida.

Muito outros estudos já haviam sido feitos, dando conta dos benefícios do consumo moderado de cerveja para a saúde.

A diferença agora é que o grupo de cientistas gregos conseguiu explicar quais os efeitos exatos da cerveja nas artérias e na circulação do sangue.

O estudo foi divulgado no jornal científico online Nutrition e conta que a combinação de álcool com os antioxidantes da cerveja pode estar na origem dos benefícios, sendo, por isso, crucial para o sistema cardíaco.

A dose ou medida diária recomendável é a de um “pint”, ou seja, um copo com cerca de meio litro de capacidade.

Entre os diferentes tipos de cerveja, a preta revelou ser a mais eficaz no aumento da flexibilidade das artérias e da fluidez do sangue pelo corpo.

Com Boas Notícias

Deixe um comentário simpático neste artigo: