Anatomia de uma mentira descarada da grande mídia

Devia passar um pouquinho das três e meia da tarde desta terça, quando cheguei em casa do trabalho e liguei o computador. Antes de ir aos meus blogs preferidos, resolvi dar uma espiadinha nos portais da chamada mídia corporativa para ver qual seria o grande escândalo de ocasião. Quando acessei o Último Segundo, do portal iG, tomei um susto com a manchete no alto da página:

Pronto, agora o bicho pegou. Teve um “apagão” num estado com uma população de 16 milhões de habitantes. É o caos. Ou seria “só” na capital, uma cidade que figura entre as 20 maiores do mundo? A manchete não era clara e, por isso, fui lá dentro da matéria para conferir a cara feia do bicho e o tamanho do estrago. O título era um primor:

Ahhh, agora a coisa começa a mudar de figura. Não são mais os cerca de 6 milhões e 200 mil habitantes da Cidade Maravilhosa mergulhados nas trevas, mas a parcela mais privilegiada que mora no cartão postal que forma aquele cinturão comprido ao longo da orla. Mesmo assim, é gente pacas: algo em torno de 620 mil pessoas ou 10% do total espremidas naquela região bacana. E o que dizia o lead da matéria, destacado em negrito?

Bom, esse número está encolhendo. Afinal são apenas três bairros – de um total de pelo menos 15 – que agrupam, segundo dados da prefeitura do Rio, 150 mil almas redondas. Tudo bem, não é nada, não é nada, esse contingente equivale a uma cidade de médio porte – o suficiente para a mídia fazer um escarcéu. Entretanto, logo no início do corpo da matéria, chega a informação que interessava:

Como é, 12 mil?!? Peralá, esses azarados correspondem a 0,19% da população de todo o município do Rio – ou as minhas contas estão erradas? – o que não justifica a manchete, nem o título e muito menos o lead da matéria. Ou seja, tratou-se de mais uma baita manipulação desse que se auto-intitula “órgão de informação”.

O mais importante é que a reportagem não conta os verdadeiros motivos desse “apaguinho” em poucas ruas: problemas de manutenção nos cabos subterrâneos da Light e roubo de fios devido ao alto valor do cobre nos ferros-velhos que acabaram por provocar curtos-circuitos em algumas sub-estações. Simples assim… e o iG dá um vexame desses.

Se alguém quiser perder tempo, o link da “reporcagem” (neologismo do blogueiro Antônio Mello) está aqui.

18 comentários em “Anatomia de uma mentira descarada da grande mídia

  • 13 de dezembro de 2009 em 07:26
    Permalink

    O PIG é assim mesmo. Na maioria das cidades do Maranhão tem apagão 24 horas todo dia e o PIG nunca disse nada. Agora que foi numas casas do Rio, só para acabar com o governo do amado Lula, o PIG fica com essas coisas.

    Resposta
  • 25 de novembro de 2009 em 22:31
    Permalink

    Parabéns pela matéria, acaba de ganhar mais um fan no seu blog.

    Resposta
  • 25 de novembro de 2009 em 13:58
    Permalink

    chega a ser hilário de tão ridículo. a reporcagem parece uma pirâmide ao contrário. começa grandoooooona com a base invertida e vai encolhendo, encolhendo, encolhendo até a meia verdade aparecer pequeniniiiiiiiiiiinha. hua hua hua hua

    boa obersvação essa . bjs tati

    Resposta
  • 25 de novembro de 2009 em 13:07
    Permalink

    Que surpresa mais agradável, brother .
    ‘Passarinho’ me contou na Chopperia Gehren que você estava com esse blogue e vim conferir .
    Muito jóia !!!
    Parabéns pela coragem e pela força que você demonstra .
    Tudo muito lindo !!!

    Abraços
    Rique

    Resposta
  • 25 de novembro de 2009 em 12:02
    Permalink

    E o Repórter Brasil (TV pública?) continua seguindo fielmente a pauta do PiG nessa historinha de pinóquio. Confundindo distribuição com transmissão de energia, desdobrou essa REPORCAGEM, estampando o mapa das linhas de transmissão do Brasil inteirinho! Ou seja, o apaguinho da Light carioca teria se disseminado por todo o País!!!
    Afinal, que jornalismo é esse, senhores da TV pública?
    Vamos manter um integrante do PiG com recursos públicos?
    O Repórter Brasil COMplica!!!
    Também, com uma ex-integrante da rede goebbels chefiando, só podia dar nisso.
    Não há esperança de se encontrar verdade na TV.

    PARABÉNS!!! GOL DE PLACA!!!

    MATOU A COBRA E MOSTROU

    A COBRA MORTA!!!

    Resposta
  • 25 de novembro de 2009 em 11:25
    Permalink

    paulo:
    é o “apagão” definitivo da “grande imprensa”. 45% dos televisores desligados no “horário nobre”, tiragens caindo,
    vendas nas bancas indo pro buraco. vamos contribuir para que desapareçam.
    um abraço.
    romério

    Resposta
  • 25 de novembro de 2009 em 09:09
    Permalink

    Mais uma para deixar o P-iG todo ouriçado: saiu uma materona na revista alemã Der Spiegel intitulada “Brazil’s President Lula – ‘Father of the Poor’ Has Triggered Economic Miracle” (que quer dizer algo como “Pai dos Pobres” provocou milagre econômico no Brasil). rsrs. O caboclo fumadô THC… ôpa, FHC deve estar se roendo de inveja.

    http://www.spiegel.de/international/world/0,1518,662917,00.html

    Resposta
  • 25 de novembro de 2009 em 02:02
    Permalink

    Esta é a primeira vez que acesso seu blog gostei vou recomendar aos amigos. Parabéns pela matéria.

    Resposta
  • 24 de novembro de 2009 em 23:12
    Permalink

    Boa noite, Livia. Boa postagem. Tambem gostei: matou a cobra e mostrou o porrete. Coisa de mulher de fibra. Agora, sem querer fazer maldade com o cara mesmo porque ele é legal, duvide-o-dó que o Luis Nassif levantasse essa lebre. Olha a situação… como ia dedar do patrão atual? Só os antigos…
    É a sua vantagem: ser independente.
    Falar nisso o dono do IG não é o Gilmar Dantas, digo, Daniel Mendes, digo de novo, o Daniel Dantas? Acho que é. Li isso em algun lugar.

    Resposta
  • 24 de novembro de 2009 em 23:00
    Permalink

    Nívia,

    sagacíssima!!!
    Temos aqui mais um blog de olho neles, vou acompanhar – gostei.

    sucesso.

    Vitor
    Florianópolis

    Resposta da Nivia: um beijo de professora na turma 1B do Colégio de Aplicação.

    Resposta
  • 24 de novembro de 2009 em 22:55
    Permalink

    Oi Nivia
    Parabéns, bela sacada do IG do PIG vamos ficar de olho no PIG e vamos protestar contra esta mídia de esgoto.
    Abraços

    Resposta
  • 24 de novembro de 2009 em 22:28
    Permalink

    O Silviôôô, o Mestre jogou um balde d’água gelada, apagou a vela que alumiava tuas idéias e provocou um apagão de verdade antes que tu tacasse fogo na pólvora, cortando o teu barato. KKKKK.

    Brincadeira, na boa, blz?

    Resposta
  • 24 de novembro de 2009 em 22:03
    Permalink

    Po, mestre Zacha, você jogou água no meu lampejo….. hehehehe…..Tudo bem, acredito e aceito, pela sua conviccção. Abs idem.

    Resposta
  • 24 de novembro de 2009 em 21:13
    Permalink

    Muito boa observação Nívia. IFicou pela legal o post.
    Silvio que inventou o nome PIG foi um deputado do PT e o PHA divulgou, ele mesmo contou isso. Abs

    Resposta da Nivia: Obrigada, Victor, estou me esforçando e aprendendo muito com vocês. xxx

    Resposta
  • 24 de novembro de 2009 em 21:02
    Permalink

    O problema é nitidamente pontual mas os outros portais do PIG tb estão tentando ir pelo mesmo caminho a fim de bagunçar o coreto.
    Mas a gente pode ficar tranquilo que eles estão falando para uma parcela muito pequena da população que é naturalmente suscetível a essas apelações.
    Manja aquela galera que tem “medo”? Que se dizia “cansada” uns tempos atrás? É para eles que o PIG está falando. Mas essa turma não influencia mais ninguém não.
    Nem um nem outro.

    Resposta
  • 24 de novembro de 2009 em 18:21
    Permalink

    Portal iG????? Não foi à toa que o PHA inventou o PiG (com “i” minúsculo no meio): Partido da imprensa Golpista. É assim mesmo que ele escreve. Rarrá, acabei de descobrir a pólvora!!!!!! kkk

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: