A técnica apurada para fabricar os guarda-chuvas tradicionais

ENFRENTANDO OS DESCARTÁVEIS DA CHINA


O tradicional guarda-chuva, de cabo inteiriço como o de uma bengala, ainda é um dos símbolos da elegância britânica, assim como os hábitos de tomar chá e de reverenciar a família real.

É natural, já que as ilhas do Reino Unido são o lugar onde mais chove na Europa. Assim, há mercado suficiente para que os artesãos locais enfrentem a concorrência dos dobráveis chineses.

Guarda-chuva de grife

Entre os queridinhos da moda pluviométrica desponta o artífice Oliver Ruuger, que manipula cilindros de madeira, varetas de aço e tecidos impermeáveis com o rigor de um exímio joalheiro.

Por encomenda de estilistas, o cara abusa da criatividade. Quem, como nós, curte conviver com os artistas em sua labuta diária, vai adorar assistir a este vídeo da mais pura técnica artesanal.

Cabo com rabo de cavalo

Clique nas imagens para ampliar e nos links sublinhados para saber mais.

Deixe um comentário simpático neste artigo: