A primeira pessoa a ser fotografada não sabia de nada, inocente…

APENAS UM HOMEM ENGRAXANDO SAPATOS

Primeira fotografia de uma pessoa

O sujeito que aparece numa esquina dando um trato nos sapatos com um engraxate, no canto inferior esquerdo dessa antiga fotografia, morreu sem saber que foi flagrado por uma câmera indiscreta.

E mais: que entraria para a história como o primeiro ser humano a ter sua imagem registrada em uma foto, no longínquo ano de 1838. Mesmo anônimo, só por isto a sua existência valeu a pena.

Naquela época, o cientista francês Louis Daguerre, autor da primeira patente de um processo fotográfico, conseguiu captar a cena da sacada de sua janela, na rua Boulevard du Temple, em Paris.

Além dos prédios e da própria calçada, só o camarada foi claramente capturado pelo daguerreótipo, que era o nome que se dava às câmeras naqueles tempos, como numa cidade-fantasma.

Isso porque todo o processo de captura da imagem durou cerca de sete minutos e, nesse período, a fotografia só mostrou o que menos se movia. Ou seja, a rua provavelmente não estaria deserta.

Primeira foto de uma pessoa

A rua de Daguerre foi apelidada de “Boulevard du Crime” da capital francesa por causa dos rumorosos casos de assassinatos que acabaram virando peças de teatro.

Ela mais tarde foi remodelada, quando o Barão Haussmann, sob as instruções de Napoleão III, reformou e modernizou Paris. Este processo iniciou-se em 1853.

Então as ruas estreitas, escuras e perigosas da cidade, de características ainda medievais, foram demolidas e substituídas por parques e amplos espaços abertos.

O primeiro processo fotográfico do mundo, inventado por Daguerre, reproduzia o efeito invertido do espelho. Por isso, a vista real de sua janela era ao contrário, assim:

Primeira foto de uma pessoa

Clique em qualquer foto para ver ampliação original

3 comentários em “A primeira pessoa a ser fotografada não sabia de nada, inocente…

  • 7 de setembro de 2016 em 00:41
    Permalink

    Sobre a foto:

    Não teria uma criança na janela do ultimo andar do prédio em primeiro plano? Vejo que tem um rosto, a cortina afastada num angulo pequeno. Se medir a media do andar o que seria o teto de um e o piso do outro da pra ver mais ou menos qual seria a altura da criança. E pelo que vejo ela esta olhando para o fotografo, que entre o set e a foto em sim que foi segundo o texto afirma de 7 minutos, deve ter passado um bom tempo que deixou a criança (bicho curioso) observando.

    Resposta
    • 7 de setembro de 2016 em 21:17
      Permalink

      Hehehe… o pior é que parece mesmo. Vai que é. Bom observador você, Ju. Abs.

      Resposta
    • 7 de junho de 2017 em 16:39
      Permalink

      Não tinha como ser, pois a foto era de longa exposição. Ela deve ter levado muito tempo para poder registrar. O homem e o engraxate só aparecem porque ficaram muito tempo parados no mesmo lugar, e mesmo assim a foto aparece “tremida”, porque eles estavam se mexendo. Para uma criança aparecer na janela ela teria que ter ficado “congelada” ali por um tempão…

      Resposta

Deixe um comentário interessante neste artigo: