Espetáculo do crescimento nas vendas de fim de ano

Os lojistas de shopping centers registraram crescimento real (descontada a inflação) de 7% nas vendas deste Natal em relação ao movimento registrado em 2008. O resultado foi considerado “excelente” pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping.

O setor faturou R$ 78,81 bilhões durante 2009, cerca de 25% somente em dezembro, com aumento de 4,74% em relação aos R$ 75,24 bilhões registrados ano passado. De acordo com a associação, aumentou também o número de empregos nos shopping centers, com a criação de 3.100 postos ao longo do ano.

O bom desempenho do setor está ligado às reduções da taxa básica de juros ocorridas ao longo do ano, ao aumento da oferta de crédito e aos incentivos fiscais concedidos pelo governo federal a alguns produtos. Isso tudo trouxe uma movimentação e acabou trazendo um crescimento importante.

O impulso gerado pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente nos eletrodomésticos da linha branca foi tão grande que nos últimos dias chegou a faltar produto.

Quando se tem um movimento maior do que o esperado, um movimento muito bom, como aconteceu neste ano, podem ocorrer ligeiros problemas de abastecimento, mas eles acabaram não contribuindo para uma queda significativa.

A expansão do setor de eletroeletrônicos foi de 30% em relação a 2008. O setor de vestuário, um dos ramos mais fortes dentro dos shopping centers, cresceu 6% de janeiro a dezembro e 13% apenas em relação ao Natal.

Para o próximo ano, é esperada uma expansão entre 18% e 20% no segmento. As possibilidades de vendas no Natal de 2010 podem chegar à cifra recorde de 25% de crescimento.

Com informações da Agência Brasil

Deixe um comentário interessante neste artigo: