“eu que já fui cavalo e cavaleiro” – a poesia de Romério Rômulo

DO BLOG A CACHAÇA DA HAPPY HOUR
“eu que já fui cavalo e cavaleiro”

eu que já fui cavalo e cavaleiro
rangi os trapos num cerrado chucro,
pavoneei às feras meus intentos,
sofri imensidões como se gotas.

Ler mais

Rubem Alves: liberte a pipoca que há dentro de você

“Algo inesperado na minha mente aconteceu. Minhas ideias começaram a estourar como pipoca. Percebi, então, a relação metafórica entre a pipoca e o ato de pensar. Um bom pensamento nasce como uma pipoca que estoura, de forma inesperada e imprevisível.”

A Pipoca – uma crônica de Rubem Alves.

Ler mais

Toda a Vida – crônica de Veríssimo sobre infância, juventude e velhice

Disse o homem: “Minha adolescência foi um martírio. Me lembro dela como uma única e interminável tentativa de desengatar sutiãs. Eles eram presos atrás de mil maneiras. Ganchos, presilhas, botões, solda. Você precisava de um curso de engenharia para desengatá-los.”

Toda a Vida – mais uma deliciosa crônica de Luis Fernando Veríssimo.

(…)

Ler mais

Adeus Saramago: o crítico da fé cega em dogmas religiosos

A CACHAÇA DA HAPPY HOUR
“O único progresso verdadeiro é o moral. O resto é simplesmente ter mais ou menos bens.”

Ler mais