Bijuterias vintage em pewter de gatos tentando pescar no aquário

UMA DIVERTIDA COLEÇÃO DE BICHANOS PESCADORES – A série de gatos pescadores fez o maior sucesso no século passado e, ainda hoje, atrai o interesse dos colecionadores de bijuterias com característica retrô. Nós também percebemos o aumento na busca por acessórios associados aos felinos, mais que para os cachorros.

Ler mais

Escultura abstrata de pewter na vertical como painel de parede

OBRA DE ARTE GRAFITADA E ALTOS-RELEVOS POLIDOSA Onda é uma bonita escultura abstrata para ser apreciada na posição vertical, como se fosse um painel rústico de parede. O retângulo fixado a uma base de madeira foi fundido em pewter e teve a sua superfície com relevos polida após a aplicação da pátina grafite.

Ler mais

Bijuterias rústicas de metal prateado fundido em choque térmico

TÉCNICA “WATERCAST” SUBSTITUI MOLDES E FORMAS – Quando a porção de pewter ou prata derretida é despejada na água, a brusca solidificação provocada pelo choque térmico cria infinitas formas aleatórias. A técnica watercast gera componentes rústicos para se montar pingentes, colares, brincos, anéis e pulseiras.

Ler mais

Pingente de moto e caveira para usar em cordão e como chaveiro

IDEIA DE BRINDE PARA EVENTOS DE MOTOCICLISTAS – Lindas réplicas 3D em miniatura de motocicletas cruiser, portanto de estilo retrô ou vintage, perfeitas para usar como pingentes em cordões ou chaveiros. Fundidas em pewter, as motos apresentam, no lugar do farol, uma caveira e, no tanque, asas em alto-relevo.

Ler mais

Folhas de costela-de-adão como pingentes e brincos de prata

BIJUTERIAS PRATEADAS COM O ASPECTO ORGÂNICO – Em todo o reino vegetal poucas folhas de plantas ornamentais são tão inspiradoras para designers de joias e bijuterias como as exuberantes costelas-de-adão. O formato típico de sua folhagem tropical cai super bem na montagem de acessórios esportivos e casuais.

Ler mais

O Grito do pintor Munch inspira pingente para colar

O DESESPERO E A ANSIEDADE EM TRÊS DIMENSÕESO Grito saiu da antiga tela bidimensional do pintor Edvard Munch para se materializar em três dimensões num pingente contemporâneo. A bijuteria transmite em alto-relevo a expressão de ansiedade e desespero do protagonista da obra-prima do artista norueguês.

Ler mais