Nova bandeira para mostrar quem manda na República das Bananas

UM GOLPISTA E SEU PAVILHÃO CUSTOMIZADO

Pego em flagrante ato falho, o atual Ministro das Relações Exteriores referiu-se ao país como Estados Unidos do Brasil.

O chanceler pode até sonhar com a mudança da nossa bandeira. Para mostrar quem manda nessa República das Bananas.

Ler mais

Por quê a velha mídia nos bombardeia com mentiras tão manjadas

DIREITA ATACA A SOBERANIA NACIONAL

Entre os 400 norte-americanos mais endinheirados, quase 100 ficaram milionários trabalhando na TV. Entre os jornalistas, todos enriqueceram mentindo e manipulando os fatos.

Como também fazem os daqui com uma dose muito mais letal de ódio de classe.

Ler mais

EUA: Estado totalitário militar com traje civil censura Internet

O CHEFE DE REDAÇÃO
Nos EUA se acentua a tendência para a instalação de um ‘Estado totalitário militar com traje civil’.

A escalada de leis reacionárias assinala o fim do regime democrático naquela que era considerada a ‘Grande República’.

Ler mais

A decadência do império: Nero está de volta com o fósforo aceso

O CHEFE DE REDAÇÃO
Como no sonho bíblico, o gigante tem os pés de argila. A decadência fica evidente na crise provocada pelo ciclone neoliberal, com epicentro nos bancos americanos.

Há quem compare Washington à antiga Roma, embora os presidentes dos EUA não se chamassem Augusto, Adriano, Tito, Marco Aurélio. Alguns estiveram mais para Nero.

Ler mais

A rapina de riquezas nacionais no genocídio humanitário

DO BLOG ECONSCIÊNCIA
Em nome do imperialismo humanitário, da atrocidade bondosa e do holocausto benfeitor, intensificamos a agressão pacífica, o bombardeio filantrópico, o extermínio vivificante e o genocídio benévolo para assegurar o arrebatamento honrado, o saqueio generoso e a pilhagem altruísta.

Ler mais

O declínio dos Estados Unidos e suas consequências para o mundo

O CHEFE DE REDAÇÃO
Os EUA encontram-se, hoje, não só na incômoda posição de uma nação cujas lutas políticas são desfuncionais, mas também de um país incapaz de exercer muito poder real no cenário mundial.

Há uma década, entretanto, não eram os EUA a única superpotência, com envolvimento em cada canto remoto do planeta, e impondo as suas posições na maior parte das vezes?

Ler mais