Pobre Líbia de Kadafi, tão longe de Deus, tão perto do Mediterrâneo

O CHEFE DE REDAÇÃO
Antes de sair por aí elogiando a “queda” de Kadafi, preste atenção nos retalhos da bandeira do “rebelde” líbio.

Da mesma forma, antes de disparar para o alto os mesmos tiros de foguete da velha mídia ocidental, conheça o destino reservado à nova Líbia, país que exportava 1,3 milhão de barris de petróleo por dia até o início da rebelião.

Ler mais

Jair Bolsonaro, o deputado racista, faz escola nos Estados Unidos

O CHEFE DE REDAÇÃO
Armada até os dentes de um único email, Marilyn Davenport alcançou a façanha de se transformar em celebridade mundial instantânea.

Na mensagem eletrônica, a nada inocente senhora afirmou que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é ‘filho de macacos’.

Ler mais

O ditador fashion Kadhafi, que “se acha”… por um triz

DO BLOG BANANAPOST
É inacreditável que em pleno terceiro milênio ainda haja no planeta Terra gente como o ditador africano Muammar Gaddafi.

Na verdade, um ególatra ‘sem noção’ com um bizarro porta-retratos pendurado no uniforme militar.

Veja parte do vestuário do coronel, que nunca foi promovido para além dessa patente. Uma comédia!

Ler mais

Técnico Joel Santana e ditador Kadhafi da Líbia: cara de um…

DO BLOG BANANAPOST
Difícil descobrir quem é mais feio que o outro. Até nisso parecem gêmeos.

Só que um é super gente boa e o outro o ‘cão chupando manga’.

Ler mais

Zenga-Zenga, o techno-funk do ditador Kadhafi

DO BLOG BANANAPOST
Gente metida a autoritária tem mesmo é que passar por essas zoações e dançar conforme a música.

Ainda mais no caso do ditador africano ‘sem noção’, que está massacrando o povo da Líbia, esse tal de Muammar Kadhafi.

Ler mais

O feroz tigre asiático domina o dócil leão africano

BLOG CHEFE DE REDAÇÃO
“Tá tudo dominado”. A expressão define o que ocorreu sem que o Ocidente se tocasse: a China invadiu a África e fincou sua bandeira num território abundante em recursos naturais.

Ao contrário dos antigos conquistadores brancos, sem um tiro ou atos de violência para implantar na surdina essa forma de neocolonialismo “made in china”.

Ler mais