Só, assisto à minha passagem, não sei sentir-me onde estou

POEMA NÃO SEI QUANTAS ALMAS TENHO

‘Sou a própria paisagem, assisto à minha passagem, diverso, móbil e só, não sei sentir-me onde estou…

Atento ao que sou e vejo, torno-me eles e não eu. Cada meu sonho ou desejo é do que nasce e não meu’.

Ler mais

Cortar o tempo em fatias, numa bela mensagem de Ano Novo

QUE MAIS AMOR SEJA POSSÍVEL EM 2016

Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um cara genial, vamos combinar.

Industrializou a esperança, no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano entregar os pontos.

Ler mais

Amigo é coisa pra se guardar… e sempre dar uma força

LULI AGITA A RODA DE CONVERSA POÉTICA

Uma mulher batalhadora, talentosa, apaixonada pelo seu trabalho e honesta – inclusive intelectualmente.

Luciana Thees Vianna também é a livreira que começa a se transformar em agitadora cultural de Petrópolis.

Ler mais

O Poeta de Meia-Tigela lança dois livros: Girândola e Miravilha

TÍTULOS NA CAPOLAVORO EM PETRÓPOLIS

O Poeta de Meia-Tigela ou Alves de Aquino, é um professor de filosofia que traz em sua poesia reflexões sobre a existência.

Cearense, envereda por labirintos dos enigmas da sociedade, dos lances da carne e do espírito, das tragédias do cotidiano.

Ler mais

Nosso mundo, um sonho louco, segundo Mário Quintana

SERÁ QUE JIPE NÃO RIMA COM POESIA?

Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos – onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica!

Ler mais