Graffiti nas paredes de um museu… na França, não em São Paulo

O ‘ZEUS ANAMÓRFICO’ DO COLETIVO TRULY DESIGN – Quando a estupidez viceja, o graffiti é apagado dos muros por ser confundido com pichação; onde a cultura humanista predomina, a arte urbana vai às paredes de museus. O Zeus Anamórfico foi criado para iluminar o ambiente onde um gerador histórico é preservado.

Ler mais

Aliança com guilhotina cinética corta laços e celebra o divórcio

JOIA EXTRAVAGANTE MARCA O FIM DO CASAMENTO – A experiência matrimonial da designer foi muito, muito traumática, para celebrar o divórcio com a aliança cinética em forma de guilhotina. Fora do seu estúdio Vagabond Metalworks, vaga de bicicleta por toda parte, e às vezes dorme em árvores na cidade onde vive.

Ler mais

Faixa no piso faz gastar mais tempo e dinheiro no supermercado

TERRENO MINADO PARA EXPLODIR NOSSA CARTEIRA – Nova tática de guerra dos supermercados é diminuir o ritmo em que as pessoas caminham entre as prateleiras ao longo dos corredores. Eles conseguem fazer o consumidor demorar em frente aos produtos apenas pintando ou colando listras transversais no piso.

Ler mais

Classe média: a massa de manobra movida pelo medo e pelo ódio

VIVER DE APARÊNCIAS E ACHAR ISSO CHIQUE

O ódio. A força de uma classe média apavorada movida por ele pode ser monumental. Ele é consequência de um medo atávico.

A massa de manobra em que se transformam os estratos medianos sociais tem o poder de varrer uma sociedade. E até matar.

Ler mais

Corrupção: velho pretexto dos fascistas para a tomada do poder

A HIPOCRISIA DE QUEM PRATICA A MALDADE

O fascista fala o tempo todo em corrupção. Fez isso na Itália em 1922, na Alemanha em 1933 e no Brasil em 1964. Agora também.

Ele acusa, insulta, agride como se fosse honesto. Mas o fascista é só um criminoso, um sociopata que persegue a carreira política.

Ler mais

A influência da cultura e do ambiente na percepção visual

ILUSÃO DE ÓTICA CONTIDA EM CENA TRIVIAL

O desenho retrata um grupo de pessoas com um cão, provavelmente dentro de casa, numa sala com uma pequena janela.

Mas a cena também pode significar uma família embaixo de uma árvore, com uma mulher equilibrando uma lata na cabeça.

Ler mais