YouTube árabe tipo Clube do Bolinha: sem mulheres!

Machismo árabe
Do blog A Cachaça da Happy Hour (publicado em 29/08/2009)

Lei Azeredo lá como cá

Imagine só uma versão do YouTube onde praticamente tudo é censurado, como vídeos musicais ou aqueles com críticas políticas e sociais. Cenas em que as mulheres apareçam, estas então são proibidíssimas sob qualquer pretexto.

Pois é o que propõe o NaqaTube – naqa em árabe significa “puro” -, lançado por sauditas que pretendem navegar na Web de acordo com seus rígidos dogmas religiosos. Entre os conteúdos liberados estão trechos de programas de TV, especialmente entrevistas em que só é admitida a presença, óbvio, de homens.

Quem se dispuser a experimentar esta nova alternativa tipo tarja preta – apenas para dizer o mínimo – que dê então uma espiadinha nesse NaqaTube. Detalhe: também é bom que seja fluente em árabe, claro.

* * *

Blog da Nívia de Oliveira Castro

Um comentário em “YouTube árabe tipo Clube do Bolinha: sem mulheres!

  • 29 de agosto de 2009 em 22:06
    Permalink

    E que,alem de fluente, que use uma burka só pra espiar e não ser filmada. Uma comedia, Nívea, valeu.

    Esse maluco aí da foto se acha mais engraçado que a piada da pescaria. Mimijei (ops!!) de rir. kkkkk

    Resposta

Deixe um comentário simpático neste artigo: