Vulcão ameaça na Europa e tornado mata nos Estados Unidos

Vulcão Grimsvotn

NATUREZA EM FÚRIA

Um vulcão transformou o dia em noite na Islândia, no meio do Atlântico Norte, e suas cinzas agora ameaçam vários países da Europa. No sul dos EUA um tornado atravessou uma cidade do Missouri, espalhando morte e devastação. Destroços foram encontrados a mais de 100 km de distância.

Do blog ECOnsciência

A nuvem de cinzas provocada pela erupção de um vulcão na Islândia no final de semana deve atingir o norte da Grã-Bretanha e do Oceano Atlântico na manhã desta terça-feira, 24. Ela também deverá atingir Escócia, Irlanda do Norte e Irlanda. No final da semana, acredita-se que possa alcançar a França e a Espanha.

O Grimsvotn entrou em erupção no sábado. As cinzas chegaram a atingir 20 quilômetros de altitude no auge da erupção, mas agora baixaram para 13 quilômetros. Com isso, o dia virou noite na Islândia.

O vulcão fica na geleira inóspita de Vatnajokull, no sudeste da ilha. A erupção de sábado foi a mais forte do vulcão registrada nos últimos cem anos. Cinzas chegaram à capital Reykjavik e turistas tiveram de ser retirados de parques nacionais. A agricultura do país também foi atingida.

Em abril do ano passado, a erupção de outro vulcão, o Eujafjallajokull, provocou um caos aéreo na Europa e um prejuízo de milhões de euros. (Leia completo aqui)

Destruição por tornados

Já nos Estados Unidos, um grande tornado cortou o sudeste da cidade de Joplin, no Missouri, deixando ao menos 89 mortos. Mas o número de vítimas fatais pode aumentar bastante enquanto transcorrem os serviços de resgate.

Grande parte do sul de Joplin ficou “nivelada”, com igrejas, escolas, negócios e casas reduzidos a ruínas. O tornado atravessou um trecho de cerca de 10 quilômetros de extensão e quase 1 quilômetro de largura no centro da cidade. Destroços foram parar a pelo menos 100 quilômetros de distância.

Foi declarou estado de emergência já que mais tempestades podem atingir a região. No mês passado, tempestades e tornados deixaram um rastro de pelo menos 350 mortos no Alabama e em outros seis Estados do sul dos Estados Unidos.

Relato completo, em inglês, aqui. Imagens da destruição aqui.

* * *

Blog ECOnsciência Inovadora

Deixe um comentário interessante neste artigo: