Vídeo revela custos secretos embutidos no preço da gasolina

CUSTOS INVISÍVEIS DOS COMBUSTÍVEIS

Do blog ECOnsciência

Tem gente que reclama – e com razão! – dos engarrafamentos no Brasil. Agora imagine quando a nossa frota se multiplicar por 7 e chegar ao tamanho da norte-americana.

Por este motivo a demanda por derivados de petróleo nos EUA é muito maior que o consumo da China, o segundo colocado, e de toda a União Europeia, em terceiro lugar.

Nos estêites, o galão da gasolina (que corresponde a aproximadamente 3,8 litros) custa entre US$ 3 e US$ 4 (R$ 6 a R$ 8) – ou seja: metade do que pagamos no Brasil.

Custos secretos da gasolina

Mas o preço da gasolina na bomba depende de uma série de fatores que variam de país para país – entre eles, a cotação do petróleo bruto, o custos de refino, os valores da distribuição e comércio, além dos impostos.

A única coisa que não é contabilizada é o custo à saúde – a nossa e a do planeta.

Por isso, em 1998 a Alemanha estabeleceu um “imposto ecológico” sobre a eletricidade e o petróleo. Desde então, a ecotaxa tem sido centro de grandes debates políticos em território alemão.

A iniciativa, inovadora ainda hoje, é só uma pequena amostra de como se pode cobrar os custos reais que estão por trás da produção da gasolina.

Mas afinal, quais são os custos invisíveis da gasolina? Assista ao vídeo (legendado) do Center for Investigative Reporting e entenda um pouco mais dessa história.

Com Canal Ibase

Deixe um comentário interessante neste artigo: