Vida sexual ativa previne velhice e deixa pessoas mais novas

SEXO É VERDADEIRA FONTE DA JUVENTUDE

Sexo entre idosos

Hoje a rapaziada vive num ritmo frenético como se o mundo fosse acabar aos 40 anos. Às vezes é bom dar um break para lembrar que uma vida sexual ativa traz grandes benefícios para a saúde dos casais idosos ou de meia-idade.

É verdade. De acordo com David Weeks, um psicólogo clínico britânico, este é um dos segredos para se preservar a juventude, podendo fazer com que os indivíduos se sintam — e aparentem ser! — vários anos mais novos.

A boa notícia para os coroas foi dada durante uma conferência anual da Faculty of the Pshycology of Older People, que ocorreu em Colchester, Inglaterra, organizada pela prestigiada BPS — British Psychological Society.

Ao fim de 38 anos de prática clínica e estudos, Weeks garante que o sexo é um ingrediente-chave para que os casais preservem uma aparência jovial, se mantenham ativos e saudáveis e se sintam “significativamente mais jovens” do que a verdadeira idade poderia fazer crer.

MITOS E IRRACIONALIDADE

“Quando as pessoas pensam no envelhecimento, são tomadas por mitos e estereótipos negativos. Estes fatores geram sentimentos proibitivos irracionais que tornam as experiências sexuais menos satisfatórias para ambos os parceiros numa relação”, afirmou Weeks.

“No entanto, a qualidade das manifestações sexuais em adultos mais velhos é, normalmente, um indicador de boa saúde e de bem-estar”, alerta o psicólogo. Ele defende que “a sexualidade não é uma caraterística exclusiva dos jovens e não deveria ser vista como tal”.

Segundo David Weeks, “um estudo sobre doenças cardiovasculares, em 1997, mostrou que o risco de mortalidade entre os homens com orgasmos frequentes (duas ou mais vezes por semana) era 50% inferior do que entre aqueles que não tinham uma vida sexual regular”.

“A satisfação sexual contribui para a qualidade de vida, sendo tão importante, por exemplo, como o compromisso espiritual ou religioso”. Consequentemente, “é necessário adotar uma atitude mais positiva em relação ao sexo em idades mais avançadas, bem como promovê-lo”.

Deixe um comentário interessante neste artigo: