Via Láctea como um feixe de energia disparado por telescópio

IMAGEM ESPETACULAR DA NOSSA GALÁXIA

Jato de Luz

Este é um daqueles momentos mágicos na carreira de um fotógrafo: a Via Láctea posicionada no céu como um facho de energia emanada ou sendo engolida por uma enorme antena de um radiotelescópio.

A foto foi capturada por Wayne England quando o eixo da nossa galáxia se alinhou na perpendicular com o prato gigante, de 64 metros de diâmetro, do Observatório de Parkes, na Austrália.

Como pode ser notado a partir das lâmpadas em torno do telescópio, a iluminação artificial e a poluição ambiental não chegam a constituir um problema para os radioastrônomos.

Para eles, o que dá mesmo uma baita dor de cabeça é a interferência de sinais de rádio e micro-ondas por mascarar as emissões naturais e muito fracas de objetos distantes no espaço sideral.

Por esta razão, muitos observatórios astronômicos proibem terminantemente o uso de telefones celulares e aparelhos eletrônicos similares nas proximidades de suas instalações.

Com sua clicada noturna espetacular, o australiano Wayne England concorre com altas chances de ganhar o prêmio de Fotógrafo de Astronomia do Ano, promovido pelo Royal Observatory Greenwich.

Deixe um comentário interessante neste artigo: