Vem aí o primeiro carro da Nissan com sistema de direção eletrônica

NISSAN NEXT GENERATION

Do blog HotGaragem

Um dos maiores prazeres de dirigir, que é “sentir o carro na mão”, pode acabar em breve no que depender da Nissan. É que a montadora japonesa anunciou para o próximo ano o primeiro automóvel steer-by-wire.

Pela tecnologia, em lugar de conectar o volante às rodas por meio de uma ligação mecânica – a famosa barra de direção – no novo sistema o comando é transmitido do volante para as rodas eletronicamente.

Nas rodas, os comandos são interpretados e usados para acionar motores elétricos que fazem as rodas virarem ou retornarem à posição original.

Segundo a empresa, o sistema transmite a intenção do motorista para as rodas a uma velocidade superior à da conexão mecânica.

O próprio sistema se encarrega de fazer pequenos ajustes nas rodas em decorrência de irregularidades no piso, além de deixar o motorista livre das trepidações no volante.

MANTENDO A LINHA

A direção eletrônica conta ainda com a ajuda extra de uma câmera, instalada à frente do espelho retrovisor interno, que auxilia o motorista a manter o carro estável na rota, evitando que ele dance na pista por movimentos sutis no volante.

Segundo a Nissan “esse sistema é uma inovação em termos mundiais, uma tecnologia que melhora a estabilidade do veículo fazendo pequenos ajustes de ângulo, de forma que o veículo monitora a via para manter-se na faixa em que está viajando”.

O sistema também consegue anular balanços no carro gerados por ventos laterais, naturais ou gerados pela passagem de outros carros.

Tudo é feito automaticamente, sem que o motorista sinta no volante os ajustes que o sistema vai fazendo nas rodas.

BACKUP MECÂNICO

O sistema eletrônico possui três unidades de processamento e um sistema de detecção de falhas que passa automaticamente o controle para o próximo processador se houve alguma falha naquele que estiver controlando a direção.

Se a bateria pifar, e todo o sistema eletrônico deixar de funcionar, uma “embreagem” mecânica conecta o volante às rodas – um sistema parecido com os freios de elevadores -, e o carro passa a ser dirigido mecanicamente, na forma tradicional.

Embora dê segurança ao motorista, o sistema de backup mecânico aumenta o peso do conjunto, eventualmente anulando os ganhos de economia de combustível que o sistema deve proporcionar.

Mas, na avaliação da empresa, é importante para que os consumidores ganhem confiança na tecnologia.

TUDO ELETRÔNICO

A direção eletrônica, ou steer-by-wire, é parte do conceito drive-by-wire, onde todos os comandos do carro passam a ser feitos eletronicamente.

Este é um passo essencial rumo aos futuros carros “sem motorista”.

Com Inovação Tecnológica

Deixe um comentário simpático neste artigo: