Uma versão militar restaurada do jipe Candango DKW-Vemag

DO PRIMEIRO JIPE A GENTE NUNCA ESQUECE

Candango DKW-Vemag militar

Quando garoto, o primeiro carrinho a pedal que ganhei era uma réplica em metal de um Jeep Willys MB da Segunda Guerra Mundial. Com as manobras em chão batido, veio o gosto pelos off-road.

Aos 20 anos comprei meu primeiro jipe de verdade, um modelo civil semelhante ao dessas fotos, só que com a carroceria amarelo-gema, grade frontal e parachoques pretos e rodões prateados.

Jipe militar restaurado

A grana saiu do primeiro emprego com carteira assinada na Abril, editora que ainda não tinha dado a guinada política à direita, onde todos os estudantes de Comunicação Social sonhavam trabalhar.

Ele foi dado de presente a uma namorada no dia em que terminei o primeiro relacionamento longo da minha vida. Dias depois, ela passou com outro ao lado. Morri de ciúmes… do carro, naturalmente.

Interior de jipe Candango

O Candango foi um jipe brasileiro produzido pela Vemag, sob licença da fábrica alemã DKW, entre 1958 e 1963. Só foram lançadas menos de 6 mil unidades, por desinteresse das Forças Armadas.

Sua principal característica visual, inconfundível, eram os paralamas frontais em rampa. O nome esquisito foi em homenagem ao apelido dos operários que participaram da construção de Brasília.

Máquina de Candango reformado

O veículo nacional derivou do off-road alemão Munga, produzido pela DKW e Audi. O nome abreviado significa “automóvel de uso universal para qualquer terreno com tração nas quatro rodas”.

Mesmo com a reconhecida qualidade 4×4, o Candango sempre foi considerado “feio” em comparação aos concorrentes. Eu nunca achei, e adoraria trocar o meu atual Willys CJ5 por um desses.

Jipe Candango restaurado

Clique nas imagens para ampliar

Um comentário em “Uma versão militar restaurada do jipe Candango DKW-Vemag

Deixe um comentário simpático neste artigo: