Um dia seu carro será de alumínio… transparente!

Automóvel transparente

Parece estar se armando uma nova revolução na área de materiais automotivos e de transportes em geral – com óbvias repercussões sobre a indústria de transformação e de construção civil – envolvendo o cada vez mais desafiante alumínio.

O exército dos EUA testa um veículo equipado com blindagem de alumínio transparente – ou, mais exatamente, de oxinitrato policristalino de alumínio. A força aérea também realiza ensaios para verificar a eficácia deste composto em cabines de aeronaves militares.

Esse metal com aparência de vidro, conhecido na indústria como ALONtm, é, na verdade, uma cerâmica transparente cristalizada sobre átomos de alumínio, e seu desenvolvimento inicial deve ser debitado a duas instituições de pesquisa: o Fraunhoffer Institute e a Universidade de Dayton, Ohio.

Filme Jornada nas EstrelasCom alta resistência à compressão, o alumínio transparente é muito mais resistente, leve e fino que o vidro blindado, transmitindo todas essas vantagens para a blindagem de veículos. Nos testes, o material resistiu a tiros com calibre .50, utilizado para derrubar aviões.

Parece coisa de ficção científica? Pois não deixa um pouco de ser. Quem primeiro falou sobre alumínio transparente foi o engenheiro Scotty, no filme Jornada nas Estrelas 4, de 1986. Ele ofereceu a fórmula para um atrasado cientista terráqueo numa viagem no tempo.

O único inconveniente do material é, por enquanto, o preço. Enquanto blindagens tradicionais custam em torno de US$ 4 a polegada quadrada, o ALONtm sai por US $10. Mas esta desvantagem não leva em consideração a durabilidade e a resistência superiores do novo material.

Acredita-se que em breve o alumínio transparente já possa ser disponibilizado para a indústria automotiva, inicialmente para atender o crescente mercado de blindagem veicular. É uma ótima notícia para os processadores de alumínio. Em 2008, apenas o Brasil produziu 6.982 blindados. O estado de São Paulo foi o primeiro no ranking nacional, com 65% da frota.

Alumínio transparenteEssa aplicação consolidará ainda mais a participação do alumínio na construção veicular, que era de 0 kg num automóvel genérico americano na década de 1950 e saltou para 68 kg na década de 1990. Hoje, alguns carros, como o alemão Audi S8, têm a carroceria produzida inteiramente com esse material.

O emprego do alumínio na cabine dos carros terá também influência profunda no design e na economia de materiais. Com ele, as cabines devem passar a ser inteiriças, dispensando o uso das colunas, que tanto atrapalham a visão dos motoristas, e simplificando as linhas de montagem.

Na verdade, o uso comercial do alumínio transparente já começou.

No momento ele está sendo usado experimentalmente em leitores de código de barras em supermercados, devido ao seu alto índice de transparência para luz visível e ultravioleta. Estima-se que em 20 ou 30 anos poderá também ser utilizado para a produção de latas de cerveja e de refrigerante.

Antes que esse uso tão pouco nobre se torne realidade, porém, estima-se que o novo material será empregado em equipamentos e acessórios de inúmeras modalidades esportivas e de lazer. Tem lógica, pois nesses segmentos de mercado em forte expansão os preços costumam ser bastante atrativos para os fabricantes.

Caiaque transparente

Deixe um comentário simpático neste artigo: