Twitter foi mais rápido que ondas do terremoto nos Estados Unidos


Terremoto Twitter

200 KM POR SEGUNDO

5 mil 500 mensagens por segundo foi o pico registrado pelo Twitter, nesta terça-feira, 23, motivado pelo terremoto que atingiu a costa leste dos Estados Unidos.

De acordo com o perfil oficial do microblog, apenas um minuto após o início dos tremores, já havia 40 mil mensagens relacionadas ao incidente.

O número supera a taxa de tuítes por segundo (TPS) registrada após a suposta morte de Osama Bin Laden e o terremoto do Japão.

Um tuíte que apareceu antes da divulgação desses números questionava se as mensagens no microblog poderiam ser mais rápidas que os abalos sísmicos.

“Não sabemos a velocidade de expansão dos abalos, mas um tuíte consegue alcançar seus seguidores em menos de um segundo.”

A afirmação está relacionada ao fato de muitos usuários dos EUA terem relatado primeiro ler sobre o tremor, para somente então senti-lo, cerca de 30 segundos depois.

Segundo o site “Mashable”, a explicação para isso é simples. Os abalos sísmicos viajam a uma velocidade média de 3 Km/s a 5 Km/s, enquanto as ondas eletromagnéticas atingem uma velocidade média de 200 Km/s.

Sendo assim, mesmo que um usuário tenha tuitado segundos depois de sentir o tremor em Washington, por exemplo, a mensagem chegou por volta de 30 segundos antes do abalo atingir Nova York.

Fonte

Deixe um comentário simpático neste artigo: