Twitter cede a pressões e classifica como ‘spam’ campanha Fora Ricardo Teixeira

 
Site Fora Ricardo Teixeira

MÁFIA DO FUTEBOL BLOQUEIA TWITTAÇO

O Chefe de Redação

O esquema Globo-CBF deu provas de seu enorme poderio, a ponto de forçar a rede de microblog Twitter a bloquear a campanha #foraricardoteixeira quando a hashtag aparecia na lista dos assuntos mais citados no mundo.

A desculpa — ridícula — do Twitter, em nota, é que a mobilização dos tuiteiros contra o atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, seria uma forma de “spam”.

Como alternativa, os internautas deram o troco criando outros tópicos para protestarem pela saída do cartola mafioso. Entre elas, a “#foraoficial”, “#adeusRT” e “OutRicardo Teix”. Também foi lançada uma página permanente para agregar os registros dos manifestantes em http://www.foraricardoteixeira.com.br/

A campanha começou há uma semana. Veio em consequência de uma reportagem na revista Piauí, escrita por Daniela Pinheiro, que acompanhou Ricardo Teixeira durante o último congresso da Fifa em Zurique. Ela registrou várias malcriações do presidente da CBF com a imprensa e com algumas revelações dos bastidores do futebol mundial.

Além disso, Ricardo Teixeira virou personagem principal das matérias de Andrew Jennings, repórter da BBC que escreveu o livro “Foul” citando vários casos de corrupção na Fifa, alguns envolvendo o brasileiro.

O dirigente é presidente da CBF desde o fim da década de 1980 e é o principal dirigente do futebol envolvido no planejamento para a Copa do Mundo de 2014.

Com informações do D24AM

* * *

O Chefe de Redação


Deixe um comentário simpático neste artigo: