TV Globo só fala em crise, mas empresas continuam anunciando

FATURANDO MESMO COM A QUEDA NO IBOPE

Charge - Rede Globo de Televisão

Apesar de jogar no time do “quanto pior melhor” e ver sua audiência afundar a cada dia, os grandes patrocinadores continuam super generosos com os irmãos Marinho, a trinca mais rica do país.

Tanto assim que a rede Globo fechou 2013 com faturamento recorde de R$ 11,5 bilhões, já descontadas as comissões e bonificações de agências de publicidade – um crescimento chinês de 9,2%.

Essa receita é somente das emissoras próprias da família Marinho. Não incluem as afiliadas da rede, apenas a participação que a Globo tem pela veiculação de publicidade nacional nessas emissoras.

Com o resultado, a Globo deve ter faturado sozinha mais da metade de todas as emissoras de TV do país juntas, incluindo suas próprias afiliadas e as concorrentes.

A FORÇA DO MONOPÓLIO

Até novembro, segundo o Projeto Inter-Meios, que monitora os investimentos publicitários, a televisão aberta tinha arrecadado R$ 19,370 bilhões. O dado final de 2013 ainda não saiu, mas no mercado se projeta algo em torno de R$ 21,5 bilhões.

O faturamento da Globo equivale a mais de dez vezes as receitas de SBT e Record em São Paulo, principal mercado do país.

Outra comparação avassaladora: sozinha, a Globo fatura um terço do que todas as empresas de mídia do país arrecadam com publicidade, incluindo jornais, revistas, TV por assinatura, rádios e internet.

Para este ano, a Globo também projeta um crescimento fabuloso: de 6% a 8%, mesmo dando destaque às notícias negativas sobre a Copa do Mundo. É, os patrocinadores são mesmo muito bonzinhos…

Um comentário em “TV Globo só fala em crise, mas empresas continuam anunciando

Deixe um comentário simpático neste artigo: