Tatuagem e agressão à pele pode ser sinal de boa saúde

Baby tattoo - Bebê tatuado

SIMETRIA E RESISTÊNCIA

Do blog BananaPost

Depois de amargar por muitos anos a presença nos grupo de risco, de repente os homens tatuados passam a ser considerados mais saudáveis do que aqueles que não desenham a pele.

Pesquisadores da Universidade de Wroclaw, na Polônia, chegaram a esta conclusão em estudo, feito com 200 pessoas (homens e mulheres), entre as quais metade possuía tatuagens ou piercings.

A simetria entre os lados dos corpos dos participantes seria um fator indicativo de que os homens com algum tipo de “body art” teriam melhor saúde genética.

A avaliação biológica entre as mulheres não mostrou diferenças.

Além da simetria, a outra conclusão dos pesquisadores que levou à afirmação de que os tatuados são mais saudáveis, foi a de que aqueles que se arriscam e resistem a vários tipos de agressões à pele possuem uma qualidade biológica melhor do que os que preferem passar longe de uma agulha de tatuagem ou colocação de um piercing.

Nada contra a galera do tattoo, mas devagar com o andor antes de sair comemorando por aí. Vale o registro, para correr atrás, mas com informações tão superficiais não dá para considerar uma pesquisa que se pretende científica com a argumentação da simetria. Fala sério!

Com TodaEla

Deixe um comentário simpático neste artigo: